Situação ocorreu quando ela tinha 17 anos e atuava em Xica da Silva; declaração deixou Zezé Motta impressionada

Taís Araujo fez uma revelação chocante em sua participação no Roda Viva na noite de segunda-feira (15), na TV Cultura. Convidada para entrevistar Zezé Motta, ela lembrou de uma situação constrangedora que viveu em Xica da Silva (1996), quando tinha 17 anos: Walcyr Carrasco se irritou e a criticou publicamente por se recusar a gravar uma cena de sexo anal.

O comentário veio no momento em que Taís quis saber se Zezé se sentiu muito erotizada na televisão pelo simples fato de ter a pele negra.

“No momento em que eu neguei fazer uma cena de sexo anal, Walter Avancini e Walcir Carrasco foram publicamente dizer que eu estava transformando a Xica da Silva em Maria Chiquinha”, comentou Taís, que interpretou Xica. Zezé interpretou Maria da Silva, mãe da protagonista.

A veterana ficou boquiaberta com o relato de Taís. “Essa história que você contou eu nunca soube”, relatou Zezé, visivelmente surpresa.

As duas seguiram falando sobre a visão deturpada que boa parte das pessoas têm sobre Xica da Silva, sempre sob a ótica do erotismo, apagando toda sua representividade política para a sua época.

Zezé disse que na época em que interpretou Xica da Silva no cinema, cansou de dar entrevistas para defender que a personagem não se tratava apenas de uma mulher sexual.

Confira o momento em que as duas conversam sobre essa passagem constrangedora de Taís com Walcyr Carrasco:

Fonte; IG Gente