Share

Com Negra Li como madrinha, Vai-Vai homenageia o hip-hop e levanta o Anhembi em SP

São Paulo, 24 de janeiro de 2024 – Com uma energia contagiante e repleta de ritmo, a Vai-Vai retorna à elite do Carnaval de São Paulo em grande estilo, conquistando o público no sambódromo do Anhembi. A agremiação, vitoriosa no Grupo de Acesso 1 no ano passado, desfilou neste ano com o enredo “Capítulo 4, Versículo 3 – Da Rua e do Povo, o Hip Hop: Um Manifesto Paulistano”.

Desfile da Vai Vai na primeira noite de carnaval no sambódromo do Anhembi Imagem: Simon Plestenjank/UOL

A escola de samba, sob a direção do renomado carnavalesco Sidnei França, destacou os 40 anos da cultura Hip Hop no Brasil, mergulhando nas raízes do movimento e resgatando a essência dos MCs e DJs por meio do rap. A linguagem popular e vibrante desses artistas foi traduzida em cores, sons e coreografias, proporcionando uma experiência única aos espectadores.

Ao longo do desfile, a Vai-Vai trouxe à avenida uma reflexão sobre a cidade de São Paulo como um imenso palco de disputas artísticas nas ruas. A rua, para a escola, é um território constantemente marcado pela expressão cultural, onde a arte se manifesta de maneira pulsante e autêntica. Essa visão foi magistralmente traduzida em alegorias e fantasias que representaram a efervescência artística da capital paulista.

A presença ilustre de ícones do rap brasileiro abrilhantou ainda mais o desfile. Com Negra Li como madrinha de bateria, a escola contou com a participação de personalidades como Mano Brown, Thaide, Gloria Groove e o ministro dos Direitos Humanos, Silvio de Almeida. O Madu estreou com maestria como rainha, agregando ainda mais brilho e representatividade ao espetáculo.

O retorno da Vai-Vai ao Grupo Especial do Carnaval de São Paulo marca não apenas uma conquista da agremiação, mas também uma celebração do legado e da influência impactante do Hip Hop na cultura brasileira. O desfile, que uniu tradição e contemporaneidade, promete ficar na memória dos foliões e reforça a importância de homenagear movimentos culturais que moldam a identidade do país. A Vai-Vai, com sua performance magistral, reafirma seu papel como porta-voz da diversidade e da riqueza cultural brasileira no universo do samba.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil