Corpo de Soldado Desaparecido no Guarujá é Encontrado

Polícia Encontra Corpo de Luca Romano Angerami

Corpo do soldado da PM Luca Romano Angerami foi encontrado após 37 dias de buscas Imagem: Reprodução/Instagram

Guarujá, SP – Após 37 dias de intensas buscas, a polícia encontrou hoje (20) o corpo do soldado Luca Romano Angerami, 21, em uma área de mata na Vila Baiana. Angerami estava desaparecido desde o dia 14 de abril, quando foi visto pela última vez entrando em um ponto de venda de drogas na comunidade Santo Antônio.

Corpo Reconhecido por Tatuagem

O corpo do soldado estava em avançado estado de decomposição, mas foi identificado graças a uma tatuagem em um dos braços. A Polícia Civil confirmou a identidade de Angerami após análises realizadas pela Polícia Científica. O reconhecimento do corpo trouxe um desfecho trágico para a família, que esperava ansiosamente por notícias do jovem.

Nove Suspeitos Presos

Até o momento, nove suspeitos de envolvimento no assassinato foram identificados e presos. O último detido, um homem de 41 anos, foi capturado no dia 10 de maio. Entre os presos está Edivaldo Aragão, 36, que confessou participação no sequestro, mas foi acusado de mentir para atrapalhar as investigações e proteger outros membros da organização criminosa.

Investigação e Mentiras

Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), Aragão mentiu às autoridades, afirmando que o corpo do soldado havia sido jogado da Ponte do Mar Pequeno em São Vicente. No entanto, as investigações revelaram que Angerami nunca saiu do Guarujá na noite do desaparecimento. Imagens de câmeras de segurança e relatos de testemunhas confirmaram que ele foi rendido violentamente nas proximidades das ruas Magnólias e Violetas.

Familiares Desolados

Luca Romano Angerami pertencia a uma família tradicional de policiais. Seu avô, Alberto Angerami, foi delegado-geral adjunto e presidente do Denatran. Renzo Angerami, pai do soldado, é investigador da Polícia Civil. Durante o desaparecimento, Renzo fez um apelo emocionado nas redes sociais, pedindo orações e relatando a dor de perder seu filho.

Busca por Justiça

A polícia segue investigando o caso para identificar e prender todos os envolvidos no crime. A comunidade do Guarujá e a corporação policial estão em luto pela perda de Luca, enquanto seus familiares buscam justiça. O caso expôs a violência e os desafios enfrentados por policiais no combate ao crime organizado.

Solidariedade e Homenagens

A morte de Luca Romano Angerami gerou comoção entre amigos, colegas de trabalho e a população local. Diversas homenagens estão sendo realizadas em sua memória. A comunidade se une para apoiar a família do soldado neste momento difícil.

Apelo à Segurança Pública

O caso Angerami levanta novamente a discussão sobre a segurança pública e a necessidade de medidas mais efetivas no combate ao crime organizado. As autoridades locais reforçam o compromisso de intensificar as ações policiais na região para garantir a segurança dos cidadãos e proteger os agentes da lei.

Este triste episódio ressalta a importância de uma investigação eficiente e do apoio à família e amigos do soldado Luca Romano Angerami. A busca por justiça continua, enquanto a comunidade se une em solidariedade e luto.