Share

Valorização imobiliária de Balneário Camboriú destruiu a praia: “algas e odor horroroso”

Arribada de algas e poluição misteriosa assolam a praia central

Por Clayton Lima Nitro News Brasil – 19/09/2023 ás 21h31

A praia central de Balneário Camboriú está enfrentando sérios problemas devido à arribada de algas em grande quantidade e à poluição, cujas causas permanecem desconhecidas. Os resultados alarmantes foram divulgados pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), revelando que todos os pontos de coleta estão impróprios para banho, uma situação rara quando as amostras são coletadas sob condições climáticas estáveis.

Algas na praia Central de Balneário Camboriú geram curiosidade – Foto: Pedro Mariano/ND

Incertezas sobre a poluição preocupam autoridades

O relatório do IMA trouxe uma novidade crucial ao apresentar informações sobre as condições climáticas durante a coleta das amostras, como chuva fraca, chuva intensa, entre outras. No entanto, as causas da poluição que afeta a praia permanecem um enigma, levando o presidente da Empresa Municipal de Água e Saneamento, Douglas Costa Beber Rocha, a pedir uma avaliação à Secretaria do Meio Ambiente.

Impacto da valorização imobiliária após alargamento da faixa de areia

Após a conclusão do projeto de alargamento da faixa de areia da orla de Balneário Camboriú, a prefeitura e os empresários estão comemorando os efeitos econômicos da obra. A valorização dos imóveis à beira-mar é notável, com aumentos de até 20% nos preços neste ano, de acordo com estimativas da prefeitura e de entidades locais.

Turismo e valorização imobiliária impulsionam a economia

A taxa de ocupação dos hotéis retornou ao nível de 2019, pré-pandemia, indicando um aumento significativo no interesse turístico por Balneário Camboriú. O prefeito Fabrício Oliveira destacou que os impactos positivos já são visíveis na valorização dos imóveis e na procura pela cidade como destino turístico.

Balneário Camboriú se destaca na valorização imobiliária

Segundo o índice FipeZap, o valor de venda de imóveis residenciais em Balneário Camboriú registrou um aumento médio de 17,75% em 2021, até novembro. Isso coloca a cidade catarinense como a quarta no ranking das cidades brasileiras com maior valorização imobiliária no ano. Vitória (ES), Itajaí e Itapema, também em Santa Catarina, também tiveram aumentos consideráveis, mostrando uma tendência na região.

Preços elevados e desafios socioeconômicos

Apesar do boom imobiliário, o valor médio do metro quadrado de imóveis residenciais à venda em Balneário Camboriú é o terceiro mais alto do país, atingindo R$ 9.091. Isso levanta questões sobre a disparidade econômica na cidade, onde os salários médios são significativamente menores em comparação com grandes metrópoles.

Benefícios e desafios do alargamento da faixa de areia

O vereador Eduardo Zanatta ressalta que, embora haja benefícios na expansão da faixa de areia, como a valorização dos imóveis, isso não necessariamente beneficia toda a população de Balneário Camboriú. Ele enfatiza a necessidade de investimentos em segurança e infraestrutura urbana para acompanhar o crescimento da cidade.

Perspectivas para o futuro de Balneário Camboriú

A valorização imobiliária impulsionada pelo alargamento da praia central é vista por muitos como um catalisador para o crescimento econômico da cidade. Para Héderson Cassimiro, presidente da Acibalc, esse setor aquecido gera empregos e arrecadação para o município, trazendo benefícios para a população. No entanto, o debate sobre como equilibrar o desenvolvimento econômico com a qualidade de vida dos moradores continua a ser um desafio em Balneário Camboriú.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil