Com 3 gols, o Flamengo vence o Bangu na volta do Carioca e vai a semifinal da Taça Rio

No primeiro evento esportivo no Brasil após a paralisação de atividades não essenciais pelo novo coronavírus (Covid-19), o Flamengo venceu o Bangu por 3 a 0 na noite desta quinta-feira (17).

O duelo foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro, com os portões fechados.

Vale lembrar que o estádio fica ao lado de um hospital de campanha montado pelo Governo do Rio de Janeiro para atender vítimas do coronavírus.

A vitória sobre o Bangu manteve a invencibilidade do Flamengo, com a equipe carioca já tendo conquistado a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e a Taça Guanabara na temporada.

FLAMENGO NA LIDERANÇA DO CAMPEONATO CARIOCA

O regulamento do Campeonato Carioca prevê que o Flamengo possa ser campeão sem precisar disputar a final caso cumpra dois requisitos:

  • Vencer a Taça Rio;
  • Ser o líder geral da classificação.

A vitória sobre o Bangu deixou o Flamengo com 25 pontos gerais, um acima do Fluminense na classificação geral.

Só que o Fluminense entrou no STJD (Supremo Tribunal de Justiça) para paralisar o Campeonato Carioca enquanto a pandemia do coronavírus durar no Brasil.

Na classificação da Taça Rio, o Flamengo ocupa a liderança do Grupo A com 12 pontos ganhos, oito acima do Bangu, terceiro colocado da chave.

FUTEBOL COM CARA DE  CORONAVÍRUS

Bruno Henrique chega de máscara no estádio do Maracanã. (Alexandre Vidal/CRF)

Com clara limitação dos atletas devido a paralisação de cerca de três meses pela pandemia do coronavírus, Flamengo e Bangu não fizeram um duelo técnico no Maracanã.

O Bangu preferiu apostar nos contra-ataques, mas o Flamengo conseguiu controlar desde o início o ritmo do jogo.

A primeira chance clara do Flamengo saiu aos 16 minutos. Gabigol arriscou o chute cruzado e por pouco não acertou o poste direito.

Mas aos 18 minutos, Arrascaeta não desperdiçou a chance para abrir o placar. Após cruzamento de Rafinha, o meia aproveitou o corte parcial e chutou colocado da marca do pênalti para balançar as redes.

A principal polêmica de arbitragem ocorreu aos 39 minutos. Após chute de fora da área, a bola explodiu no braço de William Arão. O árbitro mandou o lance seguir e o Bangu reclamou de penalidade.

O domínio do Flamengo seguiu na segunda etapa e aos 23 minutos a equipe ampliou o marcador. Dessa vez, foi Gabigol quem cruzou da direita e Bruno Henrique subiu para testar firme para o gol.

Pedro Rocha ainda arrematou o placar aos 43 minutos. A jogada começou com Michael, que lançou Gabigol e o centroavante rolou para Rocha apenas empurrar a bola para as redes.

Fonte: Paraná Portal

 

Google Search Nitro News Brasil