Share

Daniel Alves é indiciado por agressão sexual pela Justiça na Espanha

Há seis meses o ex-jogador da seleção cumpre prisão preventiva

Uma juíza espanhola acusou formalmente o ex-lateral-direito do Barcelona e da seleção brasileira Daniel Alves, preso preventivamente há mais de seis meses, A promotoria agora apresentará acusações formais ao tribunal, enquanto a defesa apresentará suas alegações por escrito. Depois disso, será marcada uma data para início de um julgamento.em uma boate de Barcelona em dezembro.

A juíza responsável pela investigação disse ter encontrado evidências de irregularidades cometidas pelo jogador de 40 anos, que alega ter feito sexo consensual com sua acusadora. Ele foi preso em 20 de janeiro e está detido em uma prisão nos arredores de Barcelona sem direito a fiança.

Na Espanha, uma alegação de estupro é investigada sob a acusação geral de agressão sexual e as condenações podem levar a penas de prisão de 4 a 15 anos.



“Dani Alves está chateado com a narrativa dos fatos… ele discorda dela”, disse o advogado do jogador, Cristobal Martell, a repórteres minutos depois que seu cliente compareceu ao tribunal de Barcelona. “Ele também disse que não apelará devido ao seu desejo de acelerar o processo judicial”, acrescentou Martell.

A promotoria agora apresentará acusações formais ao tribunal, enquanto a defesa apresentará suas alegações por escrito. Depois disso, será marcada uma data para início de um julgamento.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil