Share

Jogador do sub-20 do Corinthians depõe na delegacia após morte de namorada por hemorragia genital

Atacante Dimas, emprestado pelo Coimbra, presta esclarecimentos sobre fatalidade que abala o Timão

Uma trágica situação envolvendo um jogador da categoria Sub-20 do Corinthians vem à tona, com o atacante Dimas sendo conduzido à delegacia para depor sobre a morte de uma jovem de 19 anos, vítima de uma hemorragia genital. Outro jogador, do Sub-17 e menor de idade, também compareceu ao local, mas apenas como testemunha.

Segundo informações do site Meu Timão, a vítima deu entrada no Hospital Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, apresentando uma hemorragia intensa na região genital. O quadro evoluiu para quatro paradas cardiorrespiratórias, culminando na fatalidade. O SAMU chegou a socorrê-la, mas ela não resistiu e veio a falecer no Pronto Socorro do Tatuapé.

O plantonista ouvido pelo Meu Timão informou que a vítima mantinha um relacionamento com Dimas e estava no apartamento do jogador no momento do ocorrido. A polícia agora busca esclarecimentos, conduzindo o atleta para prestar depoimento e lançar luz sobre os fatos.

A defesa de Dimas, conforme a reportagem, só se pronunciará após a divulgação do laudo médico, que detalhará as circunstâncias da morte da jovem. A identidade da vítima, filha de um dos seguranças do presidente do Corinthians, Augusto Melo, ainda não foi revelada pela Polícia Civil.

Natural de João Pessoa-PB, Dimas está emprestado ao Corinthians pelo Coimbra, clube mineiro de Contagem, com vínculo até 31 de janeiro de 2025. O jogador, que atuava na categoria sub-17, deixou uma sombra de mistério sobre o trágico incidente que abala não apenas o meio esportivo, mas a sociedade como um todo.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil