“Sei que vocês estão esperando eu aparecer, mas tá difícil”, disse a cantora através de publicação no Twitter

Através de sua conta no Twitter, a cantora Anitta afirmou nesta sexta-feira (22) que a cirurgia realizada para tratamento de endometriose “correu bem”, mas tem enfrentado dificuldades no pós-operatório.

Em seu primeiro pronunciamento pessoal desde o procedimento, ela afirmou que a fase após a cirurgia está “insuportável”.

O procedimento aconteceu na manhã desta quarta-feira (20), no hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O hospital anunciou no mesmo dia que a cirurgia havia corrido bem.

De acordo com a equipe médica, o procedimento minimamente invasivo durou cerca de quatro horas, sem nenhuma intercorrência.

Ainda não foram divulgadas informações sobre a previsão de alta da cantora, nem sobre quando ela deve retomar a agenda de show e outros trabalhos.

Antes da cirurgia, Anitta fez uma publicação no Intagram informando os fãs que o procedimento estava agendado antes da última turnê realizada.

Endometriose

Estima-se que, em todo o mundo, a endometriose afete cerca de 180 milhões de mulheres, sendo mais de 7 milhões somente no Brasil. A doença acontece quando o endométrio, mucosa que reveste a parede interna do útero, cresce em outras regiões do corpo.

Os principais sintomas são: cólicas intensas durante o período menstrual, dor pélvica crônica, dor durante a relação sexual, alterações intestinais e urinárias na fase da menstruação, além de infertilidade. Leia mais sobre o diagnóstico e tratamento da doença aqui.

*Com informações de Anna Gabriela Costa.