Share

Amazon Music Grátis: 100 milhões de músicas sem anúncios ameaçam o reinado do Spotify

situação econômica atual nos leva em direção a redução de gastos e economizar alguns reais por mês pode acabar se tornando o esporte nacional de grande parte da população brasileira.

Áreas como entretenimento e lazer podem entrar nessa conta e, por consequência, os serviços de streaming também. Não podemos pagar por todas as plataformas, não importa o quanto as empresas tentem, e quando falamos de streaming de música ainda menos. Os catálogos são compartilhados e o normal é escolher apenas uma plataforma. Portanto, a mudança anunciada pela Amazon Music essa semana pode virar o jogo.

A mudança que a Amazon acaba de fazer com o Music, disponibilizando o acesso a 100 milhões de músicas sem anúncios, embora não torne o serviço perfeito, o faz competir seriamente com os líderes de mercado. Em tal situação, continuar pagando pelo Spotify ou YouTube Music torna-se muito difícil. Porque há outros fatores, e o principal deles talvez seja o Prime Video.

Você já está pagando pelo Amazon Music mesmo sem perceber

Talvez seja o seu caso, porque se você já é um usuário do Amazon Prime, a assinatura (R$14,90/mês) que permite economizar o custo do frete dos seus pedidos da Amazon, você já possui o Amazon Music, mesmo que não o conheça. A Amazon se esforça para alertar os assinantes sobre seu serviço de música com emails regulares se você ainda não instalou o aplicativo. O principal motivo de muitos não utilizarem o Music é que ele não era um serviço tão completo como o disponibilizado pelos concorrentes.

Na última semana isso mudou. A Amazon abriu todo o catálogo de músicas para seus usuários do plano mais básico, aquele incluído no Amazon Prime. Isso significa que não temos “apenas” 2 milhões de músicas à nossa disposição. Agora são quase 100 milhões, um número que rivaliza com o catálogo da Apple Music e que deixa para trás os 80 milhões que o Spotify e o YouTube Music possuem. A Amazon Music virou o jogo.

Obviamente essa assinatura possui algumas limitações. Algo precisa ser exclusivo para os assinantes do Amazon Music Unlimited que pagam R$16,90/mês. E essa “exclusividade” está na qualidade de som de alta definição e na possibilidade de escolher a ordem das músicas em qualquer momento. Porque sim, a assinatura “gratuita” do Amazon Music coloca tudo pra tocar no modo aleatório.

Então, se você se encontra nessa situação e já está pagando pelo Amazon Prime por outros motivos, lembre-se que o Amazon Music é gratuito todos os meses. Você pode economizar os R$19,90 do plano individual do Spotify.

A mudança é importante porque há outro fator que inclina a balança a favor da Amazon. Se o Amazon Music for gratuito porque você paga o Amazon Prime, lembre-se de que o Amazon Prime Video está incluído na mesma assinatura. Portanto, frete grátis, descontos especiais em eventos Prime, Amazon Music grátis e também filmes e séries do Prime Video. Justificar o pagamento do Spotify, YouTube Music, Apple Music, Tidal ou Deezer ficou realmente complicado. Uma jogada de mestre do time de Jeff Bezos.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil