Share

MC Pipokinha e Amigas Dançam seminuas no Cruzeiro de Neymar; Fotos e Vídeos

MC Pipokinha e suas amigas Alyne Lary e Leticia Minacapelly causam polêmica ao dançarem seminuas no cruzeiro de Neymar. O vídeo da performance viraliza nas redes sociais, gerando críticas sobre a falta de respeito com a presença de crianças no local. Aline Lary, uma das participantes, justifica que a dança ocorreu em uma área destinada a adultos. A repercussão levanta questionamentos sobre as escolhas de Neymar em promover eventos desse tipo e destaca a importância de considerar o público em situações públicas.

Na última quinta-feira (28/12), MC Pipokinha e suas amigas, Alyne Lary e Leticia Minacapelly, tornaram-se alvo de polêmica ao protagonizarem uma dança ousada a bordo do cruzeiro de Neymar. A situação, capturada por passageiros, gerou alvoroço nas redes sociais, onde o vídeo da performance sensual rapidamente se tornou viral.

Durante a dança, as artistas exibiram parte de seus seios, o que desencadeou críticas acaloradas. Nas plataformas online, internautas expressaram sua indignação, questionando a falta de respeito pela presença de crianças a bordo. “Meu Deus, e essas mulheres seminuas no cruzeiro do Neymar? Cadê o respeito com as crianças que estão lá?”, indagou um usuário no X (antigo Twitter).

A repercussão negativa não se limitou apenas às críticas sobre o ambiente inadequado. Houve também comentários sobre a escolha questionável de Neymar em promover festas em um local frequentado por famílias. “Mas quem em sã consciência leva criança pro cruzeiro do Neymar? Um cara que não respeitou nem a mulher e a filha recém-nascida e já tava na putaria”, disparou um internauta revoltado.

A situação ganhou mais destaque devido à presença de crianças no mesmo ambiente em que ocorria a apresentação sensual. A revolta nas redes sociais intensificou-se, com usuários expressando sua incredulidade diante do ocorrido.

A crítica não poupou MC Pipokinha, conhecida por suas performances controversas. Aline Lary, uma das participantes do vídeo, defendeu-se afirmando que a gravação ocorreu em uma área designada exclusivamente para adultos. “Aqui é enorme e onde estávamos assim era um local de festa para adultos. Beijo, tchau”, justificou Aline em resposta às críticas.

A repercussão do episódio ressalta a importância de considerar o contexto e o público em eventos públicos, principalmente quando se trata de locais frequentados por pessoas de diferentes faixas etárias. Resta saber como a atitude de MC Pipokinha e suas amigas impactará a imagem do jogador Neymar e suas escolhas em futuros eventos.

 

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil