Djidja Cardoso: Polícia Prende Mãe, Irmão e Funcionária da Ex-Sinhazinha do Garantido Morta em Manaus

Prisões Relacionadas a Tráfico de Drogas e Estupro Chocam Comunidade

Djidja, a mãe Cleusimar Cardoso e o irmão, Ademar Cardoso. — Foto: Arquivo Pessoal

Na tarde desta quinta-feira (30), a Polícia Civil prendeu a mãe, o irmão e uma funcionária da ex-sinhazinha do boi-bumbá Garantido, Djidja Cardoso, em Manaus. Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça do Amazonas, abrangendo acusações de tráfico de drogas, associação para o tráfico e estupro.

Prisão dos Suspeitos e Itens Apreendidos

A abordagem ocorreu por volta das 16h, quando Cleusimar Cardoso Rodrigues (mãe), Ademar Farias Cardoso Neto (irmão) e Verônica da Costa Seixas (gerente do salão de beleza Belle Femme) foram detidos dentro de um carro tentando fugir. Durante a prisão, a polícia apreendeu uma mochila contendo drogas.

Mandados de Prisão e Investigação em Andamento

Os mandados de prisão foram emitidos para:

  • Ademar Farias Cardoso Neto: irmão de Djidja, acusado de estupro e tráfico de drogas.
  • Cleusimar Cardoso Rodrigues: mãe de Djidja, envolvida no tráfico de drogas.
  • Verônica da Costa Seixas: gerente do salão de beleza, envolvida no tráfico de drogas.
  • Marlisson Vasconcelos Dantas: cabeleireiro do salão, acusado de tráfico.
  • Claudiele Santos da Silva: maquiadora do salão, também envolvida no tráfico.

A Polícia Civil está investigando as circunstâncias da morte de Djidja Cardoso, mas ainda não revelou detalhes específicos sobre o caso. As investigações estão sendo conduzidas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Circunstâncias da Morte de Djidja Cardoso

Djidja foi encontrada morta em sua residência na terça-feira (28), após familiares tentarem, sem sucesso, entrar em contato com ela por telefone. Uma fonte próxima à família, que preferiu não se identificar, informou que Djidja foi encontrada sobre a cama, já sem vida. O corpo passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) para determinar a causa da morte.

Drogas apreendidas com a família de Djidja Cardoso, em Manaus — Foto: Catiane Moura, da Rede Amazônica

Drogas apreendidas com a família de Djidja Cardoso, em Manaus — Foto: Catiane Moura, da Rede Amazônica

Histórico de Problemas com Drogas e Depressão

Comentários nas redes sociais após a morte de Djidja sugeriram que sua casa teria se tornado um ponto de uso de drogas. Uma familiar chegou a declarar que tentaram internar Djidja, mas foram impedidos pela mãe dela. Meses antes de sua morte, Djidja revelou em postagens nas redes sociais que estava lutando contra a depressão.

Ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, foi encontrada morta em Manaus. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, foi encontrada morta em Manaus. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Carreira e Homenagem do Boi Garantido

Djidja Cardoso, de 32 anos, era conhecida por seu papel como sinhazinha da fazenda no boi-bumbá Garantido, encantando os torcedores entre 2016 e 2020. Após se aposentar, ela trabalhou ao lado da família em uma rede de salões de beleza no Amazonas.

Familiares, amigos e o Boi Bumbá Garantido prestaram homenagens a Djidja durante seu velório na quarta-feira (29). Batista Silva, representando o Boi Garantido, participou do ato, simbolizando o carinho e a tradição da ex-sinhazinha em suas apresentações no Festival Folclórico de Parintins.

Impacto na Comunidade e Continuação das Investigações

A morte de Djidja Cardoso e as prisões subsequentes chocaram a comunidade de Manaus e os seguidores do boi-bumbá Garantido. A Polícia Civil do Amazonas continua as investigações para esclarecer todos os detalhes e responsáveis pelo ocorrido. A causa oficial da morte de Djidja ainda será confirmada após a realização do exame necroscópico.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil