Morte de Nahim foi um ‘acidente doméstico’, afirma equipe do cantor; corpo será velado na Alesp

Cantor de 71 anos caiu da escada em casa, segundo a equipe

Nahim em participação na comemoração de 60 anos do ‘Programa Silvio Santos’ — Foto: Rogerio Pallatta/SBT/Divulgação

O cantor Nahim, que faleceu aos 71 anos, será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) a partir das 20h desta quinta-feira, dia 13. O sepultamento está programado para o dia seguinte, sexta-feira, 14, no Cemitério Municipal de Miguelópolis. Ambas as cerimônias serão abertas ao público, permitindo que fãs e amigos se despeçam do artista.

Acidente doméstico: equipe esclarece causa da morte

De acordo com a equipe de Nahim, a causa de sua morte foi um “acidente doméstico”. Segundo informações da Polícia Civil, o cantor morreu após cair da escada de sua residência em Taboão da Serra, São Paulo. O caso foi registrado como morte suspeita, e investigações preliminares indicam que ele estava sozinho no momento da queda.

“Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, apuraram que a vítima estava sozinha em casa, quando caiu da escadaria da residência. O Corpo de Bombeiros e o SAMU foram acionados e constataram o óbito. O corpo foi encaminhado ao IML e o caso foi registrado como morte suspeita na 1ª DP de Taboão da Serra”, informou a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo em nota oficial.

Problemas de visão: uma luta pessoal

Nahim, conhecido por sempre usar óculos escuros, tinha problemas de visão que o acompanharam por grande parte de sua vida. Em uma entrevista à apresentadora Luciana Gimenez, em 2013, ele revelou ter passado por três transplantes de córnea, motivo pelo qual usava constantemente os óculos escuros.

“Vou explicar, porque até hoje acho que não falei nisso. Eu uso óculos escuros há algum tempo. Todo mundo consegue fazer, no máximo, dois transplantes de córnea, porque temos dois olhos. Eu fiz três — para manter o mistério, uso óculos escuros”, contou o cantor durante a entrevista.

Carreira e legado

Nahim iniciou sua carreira musical na década de 1980, alcançando sucesso com músicas que marcaram gerações. Ele participou de programas de TV e fez parte da vida cultural do país. Apesar dos problemas de saúde, ele continuou ativo e presente na mídia, sempre compartilhando sua experiência e paixão pela música.

Comunidade em luto

A notícia da morte de Nahim causou grande comoção entre fãs e amigos. Nas redes sociais, mensagens de apoio e condolências à família se multiplicam. A Associação Brasileira de Música (ABM) divulgou uma nota lamentando a perda de um grande nome da música brasileira e destacando seu impacto na cultura nacional.

“Perdemos não apenas um cantor talentoso, mas também uma pessoa querida e respeitada por todos. Nahim deixa um legado imensurável para a música e para seus fãs”, declarou a ABM.

Última homenagem

O velório na Alesp permitirá que fãs e amigos prestem suas últimas homenagens ao cantor. A família de Nahim expressou gratidão pelo apoio recebido e afirmou que todos que desejarem se despedir do artista serão bem-vindos nas cerimônias.

Reflexão sobre acidentes domésticos

A morte de Nahim traz à tona a importância da prevenção de acidentes domésticos, especialmente entre os idosos. Escadas, tapetes e outros obstáculos em casa podem representar riscos significativos. Especialistas recomendam medidas de segurança como corrimãos, iluminação adequada e supervisão frequente para prevenir acidentes.

A morte de Nahim é uma perda significativa para a música brasileira, e seu legado viverá através de suas canções e das memórias de seus fãs. O acidente que tirou sua vida serve como um lembrete triste, mas necessário, sobre a importância de medidas de segurança doméstica.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil