Antes do tiro que matou diretora de fotografia, uma arma já tinha disparado acidentalmente no set. Sete pessoas da equipe de câmeras se demitiram antes do acidente na quinta-feira (22), diz site Deadline.

Horas antes tiro disparado por Alec Baldwin que que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme “Rust” sete pessoas se demitiram da equipe de câmeras com reclamações sobre condições de trabalho e de segurança, disse o site Deadline.

O jornal “Los Angeles Times” e a revista “Variety” também publicaram relatos de reclamações e incidentes anteriores na produção. Além de ator, Alec Baldwin é um dos produtores de “Rust”.

De acordo com o Deadline, os funcionários relataram ao menos um acidente anterior com as armas usadas na filmagem.

“Uma arma teve dois disparos acidentais em uma cabine fechada. Foram dois estouros altos – uma pessoa estava só segurando nas mãos e disparou”, disse uma fonte ao Deadline. O site não diz se este acidente anterior deixou alguém ferido.

O site diz ter ouvido relatos de diversas fontes na produção de “Rust”. As pessoas que se demitiram haviam levado equipamentos pessoais e saído do local de filmagem seis horas antes do acidente com várias reclamações, diz o “Los Angeles Times”.

Segundo a “Variety”, os funcionários, todos sindicalizados, também reclamavam da falta de protocolo contra a Covid e de a produção ter deixado a equipe em hotéis mais baratos que ficavam uma hora de carro do set.

A revista diz que os produtores chamaram os seguranças para retirá-los do local após a demissão e os substituíram por trabalhadores de fora do sindicato. Seis horas depois, quando ocorreu o acidente, só a diretora de fotografia e outro operador restavam na equipe original de câmera.

Segundo uma fonte do “Los Angeles Times”, Halyna Hutchins era uma das pessoas que brigava por melhores condições de trabalho para a equipe.

A Rust Produções enviou o seguinte comunicado ao Deadline:

“A segurança do nosso elenco e equipe é a maior prioridade da Rust Produções e todos associados com a empresa. Embora não estivéssemos cientes de nenhuma reclamação oficial sobre a segurança de armas e objetos cenográficos no set, vamos realizar uma revisão interna de nossos procedimentos enquanto a produção estiver interrompida. Nós vamos continuar a cooperar com as autoridades de Santa Fe na investigação e oferecer serviços de apoio à saúde mental ao elenco e à equipe neste tempo trágico”.

Ator colabora com investigação

O ator disse que a morte foi “um trágico acidente”. “Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu”, escreveu no Twitter.

Hutchins chegou a ser levada de helicóptero ao hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu aos ferimentos.

“Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e nossa colega profundamente admirada”, comentou Baldwin.

“Estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna.”

Souza foi levado de ambulância ao centro médico Regional Christus St. Vincent. Segundo o site especializado Deadline, ele foi atingido no ombro.

Horas depois, a atriz Frances Fischer afirmou em uma rede social que o diretor já recebeu alta.

Questionado sobre a informação, o porta-voz do centro médico, Arturo Delgado, disse que não estava autorizado a divulgar informações sobre os pacientes.

Baldwin depõe e chora

Um porta-voz de Baldwin disse que a morte foi um acidente. Baldwin depôs e foi liberado, segundo o site Deadline. Uma foto do jornal local “Santa Fe New Mexican” mostra o ator chorando enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia.

Alec Baldwin nos bastidores da gravação de ‘Rust’ — Foto: Reprodução/Instagram/alecbaldwininsta

O disparo aconteceu durante uma cena, segundo a polícia, mas ainda não se sabe se era um ensaio ou uma gravação. “Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado”.

“Esta investigação permanece aberta e ativa”, afirmou o porta-voz do xerife, Juan Rios. “Nenhuma acusação foi apresentada em relação a este incidente. As testemunhas continuam a ser ouvidas”.

A produção do filme foi paralisada.

Filme sobre morte acidental

“Rust” é um filme de velho oeste estrelado e produzido por Baldwin (“Missão: Impossível – Efeito fallout”) que também tem no elenco Jensen Ackles (“Supernatural”) e Travis Fimmel (“Vikings”).

Baldwin interpreta o personagem que dá o nome ao filme, que se passa no Kansas em 1880 e conta história de garoto e avô em fuga após acusação por morte acidental.

Imagem aérea do canal KOAT 7 News mostra agentes policiais no local das gravações de ‘Rust’, onde uma mulher morreu e um homem foi ferido por disparos — Foto: KOAT 7 News vía AP

Halyna Hutchins

Halyna Hutchins tinha 42 anos e era diretora de fotografia. Ela já fez filmes, curtas e produções para a televisão desde 2012, segundo o site IMDb.

Ela nasceu na Ucrânia, cresceu em uma base militar soviética no Circulo Polar Ártico e estudou jornalismo em seu país e cinema em Los Angeles.

Como diretora de fotografia, ela trabalhou em filmes como “Archenemy” (2020), com Joe Manganiello, “Blindfire” (2020) e “The Mad Hatter” (2021).

Na terça-feira (19), dois dias antes do incidente, ela publicou um vídeo em seu perfil no Instagram no set de “Rust”.

“Um dos benefícios de gravar um filme de velho oeste é que você pode andar a cavalo na sua folga”, afirmou Hutchins.