Helicóptero caiu quando tentava retornar a SP, informa polícia

Investigação revela tentativa desesperada do piloto em meio a condições climáticas adversas

O delegado Paulo Sérgio Rios Campos Melo e o coronel Ronaldo Barreto de Oliveira durante entrevista coletiva sobre a queda do helicóptero em SP
Reprodução/CNN

Leia sobre a tragédia aérea que chocou São Paulo, com detalhes da queda do helicóptero que tentava retornar à capital paulista em meio a condições climáticas adversas. Nenhum dos ocupantes sobreviveu. Descubra as investigações preliminares e as possíveis causas do acidente. Confira o relato tenso do piloto e as análises das autoridades sobre as condições climáticas. Uma tragédia que deixou São Paulo em luto.

Na manhã desta sexta-feira (12), a polícia revelou detalhes chocantes sobre a queda do helicóptero que partiu de São Paulo com destino a Ilhabela no último dia 31 de dezembro. Os destroços foram encontrados em Paraibuna, no Vale do Paraíba, poucos minutos após a aeronave decolar do local onde havia feito um pouso de emergência. Infelizmente, nenhum dos ocupantes sobreviveu a essa trágica ocorrência.

De acordo com as investigações preliminares, o piloto identificado como Cassiano Tete Teodoro estava lutando contra as adversidades climáticas ao tentar retornar à capital paulista. Em um diálogo tenso com o operador do heliponto de pouso, Teodoro mencionou as dificuldades enfrentadas devido ao mau tempo e à complexidade de cruzar a serra.

Após realizar um pouso de emergência em Paraibuna, o piloto decolou novamente, mas infelizmente, o helicóptero caiu poucos minutos depois. A distância entre o ponto de pouso e o local do acidente foi de cerca de 10 quilômetros. Uma das passageiras enviou uma foto do ponto de pouso ao namorado, sem precisar a localização exata.

O delegado Paulo Sérgio Rios Campos Melo, diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), da Polícia Civil de São Paulo, destacou que, com base na sequência de antenas e horários registrados, é possível concluir que o piloto tentava desesperadamente retornar ao aeroporto Campo de Marte, na cidade de São Paulo.

O coronel Ronaldo Barreto de Oliveira, chefe do Comando de Aviação da Polícia Militar de São Paulo, ressaltou a dificuldade em determinar a causa da queda, mas apontou as condições climáticas adversas como fator provável. “Entrar inadvertidamente na área de nuvem é comum, levando à perda de visibilidade e desorientação”, explicou.

Entre os ocupantes da aeronave estavam o piloto Cassiano Tete Teodoro, o empresário Raphael Torres, a comerciante Luciana Rodzewics e sua filha, Letícia, de 20 anos.

 

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil