sex. abr 19th, 2024

Putin Adverte Países Ocidentais sobre Risco Real de Guerra Nuclear

By Clayton fev29,2024

Em um discurso à nação nesta quinta-feira (29), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, lançou um alerta contundente às potências ocidentais, destacando o risco “real” de uma guerra nuclear em meio ao agravamento do conflito na Ucrânia. Este aviso chega em um momento crítico, apenas duas semanas antes das eleições presidenciais russas, onde Putin não enfrentará concorrência.

Putin comemorou os avanços das tropas russas no front ucraniano e alertou para as “trágicas consequências” caso países ocidentais enviem soldados a Kiev, reagindo a recentes declarações do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a possibilidade de envio de tropas da OTAN para a Ucrânia.

O líder russo, dirigindo-se à elite política russa no Gostiny Dvor, próximo à Praça Vermelha, em Moscou, afirmou que a intervenção militar ocidental teria repercussões catastróficas. Putin ressaltou a capacidade militar russa, destacando que o país possui armas capazes de atingir alvos no território dos países ocidentais, tornando qualquer escalada um perigo iminente para a civilização.



Em meio ao discurso, Putin celebrou o avanço consistente das Forças Armadas russas, destacando que a contraofensiva ucraniana falhou e as tropas de Kiev estão atualmente na defensiva, com escassez de munições e superadas em número e armamento pelos soldados russos.

Ao abordar as capacidades militares, Putin mencionou a tomada recente da cidade de Avdiivka, na frente leste, e enfatizou o apoio massivo da população russa à campanha militar na Ucrânia. O presidente assegurou que os soldados russos mobilizados na região não recuarão, fracassarão ou trairão.

Putin também dedicou parte do discurso para elogiar a “flexibilidade e resistência” da economia russa, que, apesar das sanções ocidentais, continua resistindo e concentra esforços na máquina de guerra e no mercado asiático.

Em relação à situação interna, Putin delineou um programa para o país até 2030, definindo as orientações estratégicas até o final de seu próximo mandato presidencial. O presidente aproveitou a plataforma para criticar o Ocidente, retratando-o como um inimigo dos “valores tradicionais” defendidos pelo Kremlin.

Na esfera social, Putin anunciou promessas de ajuda para veteranos das Forças Armadas e suas famílias, além de investimentos em infraestrutura, educação e novas tecnologias. Este discurso ocorreu na véspera do funeral de seu principal opositor, o ativista anticorrupção Alexei Navalny, cuja morte em circunstâncias sombrias ainda não recebeu comentários do presidente russo.

Enquanto o mundo observa as tensões crescentes na Ucrânia, as palavras de Putin ecoam como um alerta sombrio, destacando a necessidade urgente de resoluções diplomáticas para evitar uma escalada que poderia resultar em consequências irreversíveis para a paz global.

Veja também: