Imagens mostram apartamento onde foi encontrado corpo de empresário envenenado com brigadeirão

Apartamento Revirado e Corpo Decomposto

Namorada é suspeita de dopar e matar empresário no Engenho Novo com ajuda de cigana — Foto: Reprodução/TV Globo

Imagens exclusivas do RJ2 desta quinta-feira (30) mostram o estado do apartamento onde foi encontrado o corpo do empresário Luiz Marcelo Ormond. Segundo as investigações, ele foi envenenado com um brigadeirão. A principal suspeita é a namorada Júlia Andrade Cathermol Pimenta, de 29 anos, que está foragida.

Nas imagens, é possível ver que o quarto do apartamento estava completamente revirado, enquanto a sala permanecia quase vazia. Uma das portas do imóvel foi arrombada para a entrada do socorro. Quando os bombeiros entraram, encontraram o corpo de Luiz Marcelo em avançado estado de decomposição, sentado no sofá da sala ao lado de cartelas de morfina, com dois ventiladores ligados em direção à janela aberta.

Detalhes do Crime e Prisão de Suspeita

A cigana Suyany Breschak, presa por suspeita de envolvimento no crime, contou em depoimento que Júlia ligou para ela informando sobre a morte do empresário. Suyany revelou que Júlia enrolou o corpo de Luiz em lençóis e cobertores, além de ligar ventiladores para minimizar o cheiro. Júlia chegou a lavar o apartamento com água sanitária devido à presença de urubus atraídos pelo odor.

Durante a audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (30), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a prisão temporária de Suyany Breschak. Ela é acusada de ajudar Júlia a planejar o assassinato. Suyany alegou que Júlia usava seus serviços de limpeza espiritual para esconder sua verdadeira profissão de garota de programa.

Imagem mostra imóvel onde corpo do empresário foi encontrado — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo
Imagem mostra imóvel onde corpo do empresário foi encontrado — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo

Imagem mostra sala onde corpo de empresário foi encontrado — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo
Imagem mostra sala onde corpo de empresário foi encontrado — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo

Imagem mostra fechadura arrombada no apartamento do empresário para a entrada dos bombeiros — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo
Imagem mostra fechadura arrombada no apartamento do empresário para a entrada dos bombeiros — Foto: Evelyn Oliveira/TV Globo

Reação da Família e Investigações Policiais

Pedro Paulo Ormond, primo de Luiz, lamentou profundamente a perda. “Luiz era uma pessoa maravilhosa, muito querida pelos vizinhos e pela comunidade. Não consigo entender como alguém pode fazer mal a uma pessoa tão boa”, declarou.

As investigações policiais começaram no dia 20 de maio, quando o corpo de Luiz foi encontrado. A polícia descobriu que Júlia, dias antes da última aparição de Luiz, comprou medicamentos de uso controlado. Acredita-se que Júlia cometeu o crime para ficar com os bens e valores do empresário.

Suspeita Foragida e Futuro da Investigação

A polícia considera Júlia foragida e suspeita que ela tenha convivido com o corpo de Luiz durante todo o fim de semana. O laudo do Instituto Médico-Legal indicou que ele morreu de 3 a 6 dias antes de ser encontrado. A polícia continua buscando por Júlia e realizando exames complementares para confirmar a causa da morte.

Júlia, em depoimento, afirmou que tinha um relacionamento esporádico com Luiz desde 2013 e que foi morar com ele em abril deste ano. Ela alegou que o relacionamento terminou em menos de um mês devido a brigas e suspeitas de traição. No dia 20 de maio, ela deixou o apartamento após Luiz ter preparado o café da manhã para ela, mas ele foi encontrado morto no sofá no mesmo dia.

Conclusão do Caso

A defesa de Suyany Breschak afirma que irá provar a inocência da cliente. Enquanto isso, a polícia continua a busca por Júlia e a coleta de provas para esclarecer todos os detalhes do crime. A cena do apartamento, revelada nas imagens, continua a ser uma peça chave nas investigações, levantando suspeitas sobre as circunstâncias exatas da morte de Luiz Marcelo Ormond.

Créditos: As fotos que ilustram a matéria são prints do RJ2 da TV Globo