qua. abr 17th, 2024

China, EUA e Canadá detectam e abatem (OVNIs) objetos voadores não identificados

By Clayton fev12,2023

As autoridades da China, dos EUA e do Canadá estão em alerta com a aparição de objetos voadores não identificados (OVNIs) no céu dos países. Nesta última semana, três objetos foram avistados e derrubados pelas forças aéreas dos países, causando tensão e questionamentos sobre sua origem e finalidade.

Objetos voadores geraram crise diplomática entre EUA e China | Foto: Anadolu Agency/Getty Images

No domingo, 12 de fevereiro, as autoridades da China avistaram um objeto voador sobrevoando o mar perto da cidade portuária de Qingdao. Segundo o jornal chinês The Papers, ele será derrubado a qualquer momento. As forças de segurança do país orientaram os pescadores a ficarem atentos, pois os departamentos responsáveis vão derrubar os OVNIs.

Já nos EUA, o primeiro objeto voador a ser identificado pela Força Aérea Norte-Americana foi um balão, que havia sobrevoando o estado de Montana. O Pentágono informou em 2 de fevereiro que o artefato já estaria em território norte-americano há alguns dias, mas acabou sendo abatido dois dias depois. A China afirmou que o balão era apenas um aparato tecnológico usado para pesquisas meteorológicas desviado pela rota pelos ventos. Já o governo americano acusou a China de ter usado o balão para espionagem.



Na sexta-feira 10, um segundo OVNI foi localizado no estado do Alasca e derrubado pelas Forças Armadas norte-americanas, por ordem do presidente Joe Biden. Até o momento, não houve uma confirmação oficial sobre qual seria o objeto ou a origem.

Já no Canadá, um terceiro objeto foi derrubado em Yukon, no noroeste do país. A ordem de derrubada do OVNI foi dada pelo primeiro-ministro Justin Trudeau.

A aparição de objetos voadores não identificados está gerando uma série de questionamentos sobre sua origem e finalidade, e tensões entre os países envolvidos. Ainda não há uma explicação clara para os recentes avistamentos, mas as autoridades estão atentas e prontas para agir em caso de ameaça à segurança do país e de seus cidadãos.

 

Veja também: