Share

Javier Milei toma posse como presidente da Argentina com discurso forte sobre economia

Javier Milei tomou posse como presidente da Argentina com um discurso focado na difícil situação econômica do país. A cerimônia teve momentos marcantes, incluindo um gesto obsceno da vice-presidente Cristina Kirchner. A presença de líderes mundiais e a passagem de faixa e bastão também foram destaque.

O novo presidente da Argentina, Javier Milei, faz um discurso após tomar posse durante sua cerimônia de posse fora do Congresso em Buenos Aires, em 10 de dezembro de 2023. – (crédito: Luis ROBAYO / AFP)

*Em seu primeiro discurso como chefe do executivo, Milei destacou os desafios econômicos enfrentados pela Argentina, ressaltando a gravidade da situação. Os números da inflação e da pobreza foram abordados de maneira direta, e ele afirmou que “nenhum governo recebeu uma situação pior do que estamos recebendo”. O foco principal foi o anúncio de um ajuste fiscal duro, destacando a necessidade de organização e impacto sobre o estado, não sobre o setor privado. Milei reconheceu que a curto prazo a situação pode piorar, mas expressou confiança nos resultados futuros do esforço.

Gesto obsceno de Cristina Kirchner

Ao chegar ao Congresso, a vice-presidente Cristina Kirchner protagonizou um momento polêmico, respondendo a insultos levantando o dedo do meio. O episódio foi registrado por um vídeo exibido pelo canal Todo Notícias, gerando controvérsias.

A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, fez um gesto obsceno ao chegar ao Congresso para a cerimônia de Milei como novo presidente da Argentina. — Foto: Reprodução

Ritual de passagem e presença internacional

Milei recebe abraço de Zelensky, presidente da Ucrânia — Foto: Gnews

A cerimônia de posse incluiu o ritual tradicional de passagem de faixa e bastão, símbolos de poder na liturgia argentina. Diversos líderes mundiais estiveram presentes, como o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, e o ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. O gesto de cumprimento entre Zelensky e Milei foi notável, evidenciando a atenção internacional ao evento.

Javier Milei recebe faixa presidencial de Alberto Fernandez na Argentina — Foto: Matias Baglietto/Reuters

Vitória de Milei e perfil do presidente

Javier Milei, economista ultraliberal do partido A Liberdade Avança, venceu as eleições com 55% dos votos. Antes de ingressar na política, atuou no setor privado e ganhou destaque como professor universitário e comentarista em mídias. Comparado a figuras como Donald Trump e Jair Bolsonaro, Milei se destacou por seu discurso inflamado “contra tudo e contra todos”. Sua vida pessoal, incluindo sua relação com o esoterismo e seus quatro mastins ingleses, também foram temas de interesse durante a campanha.

Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo (esq); ex-presidente Jair Bolsonaro; Jorginho Mello, governador de Santa Catarina e Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro (dir.). — Foto: Reprodução/redes sociais

Conclusão e perspectivas futuras

A posse de Javier Milei marca um novo capítulo na política argentina, com promessas de medidas econômicas rigorosas. A presença de líderes internacionais indica a atenção global ao governo argentino. Resta aguardar como as decisões de Milei impactarão o país e sua economia nos próximos anos.

Palavras-chave: Javier Milei, Argentina, posse presidencial, ajuste fiscal, economia, Cristina Kirchner, líderes internacionais, política argentina, desafios econômicos, rituais de passagem, esoterismo, mastins ingleses.

Google Search Nitro News Brasil