Ano começa promissor para o setor de eventos

O ano de 2023 será positivo para o setor de eventos. É o que aponta a 12ª edição do Global Meetings and Events Forecast, pesquisa promovida pela Amex – American Express Global Business Travel.

A entidade ouviu quinhentos e oitenta profissionais, em 23 países, espalhados pelos cinco continentes, fato que proporcionou uma visão globalizada da expectativa do setor de eventos. O download completo do relatório da pesquisa pode ser realizado aqui.

“Os entrevistados de nossa pesquisa estão muito otimistas sobre o futuro: dois terços esperam que o número de eventos presenciais retornem aos níveis pré-pandêmicos dentro de um a dois anos.”, destacou Gerardo Tejado, vice-presidente sênior da Amex.

O levantamento vai ao encontro de dados nacionais divulgados pela Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape). A entidade espera que em 2023 mais de 4 mil feiras e congressos em todo o país.

O setor de eventos foi um dos que mais foi afetado por conta da pandemia da Covid-19. Somando os anos de 2020 e 2021, o prejuízo foi de R$ 230 bilhões, com 97% das empresas do segmento impactadas e mais de 350 mil festivais e eventos culturais cancelados segundos dados da Abrape.

Exemplo na prática

Um dos exemplos que validam o cenário positivo para o setor de eventos em 2023 acontece na cidade de Caraguatatuba, localizada no litoral norte do estado de São Paulo.

Somente este ano foram realizados 26 shows musicais no evento Caraguá Tá Show, com a presença de quase 200 mil pessoas. Foram 13 artistas de renome nacional (Tatau, Raça Negra, as duplas Clayton & Romário, Edson & Hudson, Cesar Menotti & Fabiano, João Bosco & Vinícius, além de Pedro Sampaio, Fernando & Sorocaba, Jota Quest, Matheus & Kauan, Play no Modão, Thiaguinho e Gustavo Moura & Rafael) e 13 artistas da cidade (Edy Brazado, Simplicidade S.A, Zé Andrade, João Marcos e Vinícius, Henrique e Fernandes, Sarah Louzada, DJ Alexia, Peddro Henrique, The Dukes, Conexão Sertaneja, Diego Fernandes, John Henrique e  Kallen Oliveira).

No mesmo período em 2022, não houve apresentações musicais, por conta ainda das variantes da Covid-19, o que provocou o cancelamento de eventos de verão e do Carnaval.

“Encerramos com chave de ouro este evento marcado por recordes de público, muita animação e sem nenhuma intercorrência. Com certeza, o Caraguá Tá Show deixará saudades e logo iniciaremos o planejamento para o próximo ano”, ressalta a Prefeitura, responsável pelo evento.

Ainda de acordo com a administração, a cidade seguirá 2023 com muitos eventos para população e para quem a visita. O calendário prevê mais de 90 eventos e tudo já foi planejado. A expectativa é de que o comparecimento de turista só aumente, principalmente na baixa temporada.

Google Search Nitro News Brasil