dom. abr 14th, 2024

Mulheres da Energia: encontro marca Dia da Mulher em Brasília

By DINO fev28,2023

A frase “o lugar da mulher é onde ela quiser” é uma realidade fortemente presente nos últimos tempos. Porém, os obstáculos enfrentados por elas nos mais diversos ambientes corporativos ainda são muitos, o que sinaliza que o debate e o fomento ao protagonismo feminino devem continuar. Diante disso, nos dias 7 e 8 de março, ocorre, em Brasília, o II Congresso Brasileiro de Mulheres da Energia. O evento marca as comemorações do Dia Internacional da Mulher reunindo, no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, e reúne cerca de mil mulheres do setor de energias renováveis de todo o Brasil para debater temas como regulamentação do setor, diversidade, superação, tendências, representatividade feminina, oportunidades e cenário nacional e mundial. 

Com a expansão do setor de energias renováveis, mais mulheres passaram a ingressar nesse mercado, a exemplo da área de energia solar, onde a participação feminina evoluiu bastante, apesar das dificuldades na busca por oportunidades em um segmento que antes era dominado por homens. De acordo com a Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena, em inglês), as mulheres ocupam apenas 32% dos empregos no setor no mundo. No Brasil, ele ainda é permeado por preconceitos de gênero – 64% das profissionais da área já ouviram comentários sexistas e 49% já sofreram discriminação no trabalho por serem mulheres, segundo a Rede Brasileira de Mulheres na Energia Solar (Mesol).

Para Lúcia Abadia, idealizadora do Congresso Brasileiro Mulheres da Energia e empresária do ramo imobiliário e fotovoltaico, são inúmeras as oportunidades para as mulheres no setor de energias renováveis. “Num setor que é relativamente novo, que está em plena expansão e já é responsável por gerar 11,5 milhões de empregos no mundo, com perspectivas de criar 42 milhões de novos empregos até 2050, as expectativas para as mulheres são as mais positivas possíveis”, defende.



Ainda, segundo Lúcia, esse mercado está aberto para as mulheres e terá muito mais espaços no Brasil. Para, para que elas subam os degraus das empresas, de forma equiparada aos homens, o caminho passa pelo conhecimento. “Um dos maiores desafios das mulheres nesse setor está na busca por qualificação. Precisamos de cursos de graduação, pós-graduação e MBAs específicos na área. Para isso, uma das nossas lutas é a criação da Universidade Brasileira das Mulheres da Energia”, conta Lúcia.

Com uma série de palestras exclusivamente do gênero feminino, o Congresso conta com a curadoria da especialista do setor, Silla Motta, gerente comercial da BBCE – Balcão Brasileiro de Comercialização de Energia, responsável por reunir empresárias, CEOs, engenheiras, advogadas, investidoras, empreendedoras, pesquisadoras, jornalistas e diversas autoridades e representantes de entidades do setor. Além de painéis, palestras e muito debate, um coquetel de encerramento, no dia 8 de março, marca o ponto alto das comemorações do evento ao Dia Internacional da Mulher.

Serviço: II Congresso Brasileiro Mulheres da Energia
Data: 7 e 8 de março de 2023, a partir das 9h
Local: Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada – SHTB Trecho 1 Cj 1B Bl C
Mais informações e inscrições: https://mulheresdaenergia.com.br/
Palestrantes confirmadas: https://mulheresdaenergia.com.br/palestrantes/

Veja também: