Share

Igualdade de gênero ainda é um desafio na área de tecnologia

A AME (Associação de Mulheres Empreendedoras) é uma organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo apoiar e empoderar mulheres empreendedoras no Brasil. A ONG foi fundada por Cristina Boner em 2004 e, desde então, vem trabalhando o desenvolvimento e crescimento feminino. Uma das missões da associação é oferecer às mulheres brasileiras “o direito a uma oportunidade de ascensão socioeconômica, com liberdade e segurança”.

Além disso, a AME atua com treinamento de mulheres com baixa renda para ingresso no trabalho, da mesma maneira que atua no combate à violência contra o público feminino. Em 2009, junto à lei Maria da Penha, também foi criado por Boner o Projeto Maria da Penha.

O Dia Internacional da Mulher, comemorado anualmente no dia 8 de março, tem o objetivo de celebrar as conquistas sociais, políticas e culturais das mulheres, além de destacar a luta por igualdade de gênero e o empoderamento feminino. De acordo com o GEM (Global Entrepreneurship Monitor), as mulheres representam quase metade dos mais de 43 milhões de proprietários de pequenos negócios no Brasil.

Apesar da mulher ter ganhado bastante espaço, a igualdade de gênero ainda é um desafio no mercado de inovação e tecnologia. É o que mostra o relatório elaborado pelo hub Distrito, em parceria com a Endeavor e a B2Mamy, onde apenas 4,7% das startups brasileiras são fundadas exclusivamente por mulheres.

Segundo a presidente do conselho fiscal do Grupo Drexell, Cristina Boner, as mulheres vêm lutando há anos por igualdade social e por mais espaço no mercado de trabalho. Mas, apesar dos grandes avanços e conquistas, ainda existem muitos desafios a serem enfrentados. 

“Essa luta, entretanto, tem um importante aliado: o empreendedorismo feminino. Esta novidade e dinâmica do mercado tem aberto possibilidades nunca experimentadas”, destaca.

Boner acredita que quando se tem um objetivo, as barreiras enfrentadas são oportunidades de crescimento. “Nunca parem de estudar e se aperfeiçoar. E sempre procure atuar naquilo que lhe gera satisfação financeira e pessoal, que esteja alinhado com sua crença e suas convicções”, aconselha.

Saiba mais: www.cristinaboner.com.br 

Google Search Nitro News Brasil