Share

Workshops gratuitos abordam os principais aspectos da sepse

A popularização dos sintomas e a difusão dos protocolos entre os profissionais de saúde são peças-chave para o combate à sepse, que causa cerca de 230 mil mortes por ano no Brasil. A fim de ampliar o debate sobre os principais aspectos da doença, o ILAS (Instituto Latino-americano de Sepse) realizará neste mês o workshop gratuito e presencial ‟Pense: pode ser sepse?”, voltado a profissionais de saúde, nas cidades de Salvador (BA) e São Luís (MA).

A incidência da sepse no Brasil é alta. Em 2017, segundo dados publicados na revista The Lancet, foram registrados 420 mil casos em UTIs, com uma letalidade de 55%. A sepse é hoje uma das prioridades mundiais de saúde, pois são registrados entre 47 milhões e 50 milhões de casos todos os anos, com uma letalidade elevada: 11 milhões de mortos, ou uma morte a cada 2,8 segundos, segundo dados do Global Sepsis Alliance.

No dia 13/09 (Dia Mundial da Sepse), o treinamento será realizado no Maranhão, em parceria com a SOTIMA (Sociedade de Terapia Intensiva do Maranhão) e com apoio da bioMérieux, no auditório UNDB – Campus Renascença (Av. Cel. Colares Moreira, 443 – Jd. Renascença, São Luís/MA.)

Os especialistas convidados são a Dra. Flávia Machado, professora associada e chefe do setor de terapia intensiva da Disciplina de Terapia Intensiva da Universidade Federal (SP), coordenadora- geral do ILAS e presidente da BRICNET; e o Dr. Regis Rosa, médico intensivista, mestre e doutor em Medicina pela UFRGS, pós-doutor em Ciências da Reabilitação pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, membro do Comitê Executivo da BRICNET e do ILAS.

O evento integra a série “Sepse em Foco” e tem vagas limitadas. Mais informações e inscrições no link: https://docs.google.com/forms/d/1vW6iBkzhy2B5Dj7F7-lXCTl_aq6pAwlk_8jybUi48Jc/edit

Já no dia 14/09, às 19h, os especialistas farão o treinamento na Bahia, em parceria com a SOTIBA (Sociedade de Terapia Intensiva da Bahia) e com apoio da bioMérieux, na ABM (Associação Baiana de Medicina) – Auditório Domingos Coutinho (Rua Baependi, 162, Ondina, Salvador/BA.).

Para o evento de Salvador as vagas também são limitadas e as inscrições podem ser feitas através do link: https://docs.google.com/forms/d/1jtT01h75Mt473XztHW3DcLrVAScYLKg9cIiVC1bSBX4/edit

Nos sites do ILAS é possível encontrar informações, materiais e orientações para as instituições de saúde utilizarem no processo de implementação do protocolo gerenciado de sepse (www.diamundialdasepse.com.br) e também para o público em geral conhecer mais sobre a doença e a reabilitação pós-sepse (https://reabilitasepse.com.br/).

Google Search Nitro News Brasil