Share

Setor de embalagens deve crescer em 2024

O setor de embalagens, que engloba a produção e comercialização de materiais que protegem e conservam os mais variados tipos de produtos, está em plena expansão no Brasil. Conforme apontam dados da ABRE (Associação Brasileira de Embalagens), o segmento deverá alcançar um crescimento de 1,6% até o final de 2024. De modo geral, essa projeção de crescimento se deve principalmente à demanda cada vez maior por embalagens no segmento alimentício.

De acordo com um estudo realizado pela Mordor Intelligence em nível global, o mercado de embalagens de alimentos deverá movimentar US$ 432,04 bilhões até 2028. As mudanças nos estilos de vida e nas preferências alimentares das pessoas, bem como o aumento populacional nos países em desenvolvimento, são os fatores associados ao crescimento desse mercado para os próximos anos.

Segundo Luciana Pellegrino, diretora-executiva da ABRE, a expansão no setor de embalagens se baseia também no desempenho do mercado de inovação. “Os movimentos do mercado estão mudando. A conveniência procura embalagens mais funcionais. Além disso, o consumidor quer evitar o desperdício, prezando pela sustentabilidade”, afirma.

De fato, os brasileiros têm se preocupado cada vez mais com o impacto das embalagens no meio ambiente. Conforme aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto Opinion Box, 56% dos consumidores preferem restaurantes que usam embalagens sustentáveis para enviar alimentos. Além disso, 76% dos entrevistados consideram importante que as embalagens tenham selo de sustentabilidade. 

Felizmente, muitas empresas brasileiras especializadas em embalagens já trabalham com produtos que respeitam o meio ambiente. Exemplo disso é a Dom Plastic, loja localizada em Campinas, que comercializa diversos tipos de embalagens recicláveis incluindo sacolas,  sacos kraft,  caixas de isopor e papelão, canudos biodegradáveis, entre outros itens.

Segundo o diretor da loja, Domingos Souza, a missão da Dom Plastic é fornecer embalagens inovadoras e sustentáveis para estabelecimentos comerciais de vários segmentos. “Estamos em constante evolução e buscamos acompanhar essa tendência de consumo mais consciente, adaptando nosso catálogo às necessidades do mercado. Por isso, trabalhamos com materiais que são amigos do meio ambiente como embalagens recicláveis, biodegradáveis e sacos seletivos”, destaca Domingos.

O exemplo da Dom Plastic demonstra que o setor de embalagens no Brasil está se redefinindo para atender às necessidades dos consumidores e aos princípios sustentáveis que ganham cada vez mais relevância. 

Nesse contexto, a expansão do setor não se resume apenas a números e projeções econômicas, mas também representa uma evolução profunda em direção a práticas mais éticas e ambientalmente responsáveis.

Para saber mais sobre a Dom Plastic, basta acessar: https://domplastic.com.br/.

Google Search Nitro News Brasil