Relatório aponta dados da produção de cimento no Brasil

Conforme dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC) no relatório preliminar com dados sobre a produção de cimento por regiões e estados revelam que a produção nacional de cimento atingiu a marca de 33,8 milhões de toneladas até o mês de junho de 2023. O relatório detalha a produção por regiões e estados, oferecendo uma visão abrangente do desempenho da indústria. Deve-se considerar a informação do relatório de que os dados são preliminares, com valores informados até o mês de junho de 2023 e que os números podem ser revisados.

O relatório aponta que na região Norte, a produção alcançou cerca de 1,17 milhão de toneladas, e afirma que existe um papel significativo desse território na contribuição para a produção nacional. O estudo mostra que o estado do Pará foi o maior produtor de cimento até o mês de junho de 2023. Nota-se que os estados do Acre, Roraima e Amapá ainda não estão com os valores publicados.

O Nordeste, conforme apontado na tabela publicada, produziu até o mês de junho mais de 7 milhões de toneladas. Paraíba e Ceará foram os estados com os maiores resultados, com aproximadamente 2,74 milhões e 1,37 milhão de toneladas produzidas, aproximadamente, conforme relatório. Até o dia da publicação ainda não foram publicados os dados do estado do Piauí.

José Antônio Valente, diretor da empresa Franquias Trans Obra, afirma que o relatório preliminar do SNIC fornece uma valiosa visão sobre a produção de cimento no Brasil até junho de 2023, destacando números significativos e ressaltando a importância de diferentes regiões na indústria. José Antônio continuou dizendo que o dado do estado do Pará como o maior produtor até junho destaca a relevância da região na oferta de insumos essenciais para o setor da construção civil. “Cabe às empresas da construção civil avaliarem seus processos sobre a escolha de compra de máquinas e equipamentos ou a locação através das melhores franquias para investir seus recursos considerando dados de produção de matérias-primas necessárias para cada empresa no setor da indústria da construção civil”.

Ainda segundo o relatório, que pode ser consultado através do link informado no início da matéria, a região Centro-Oeste registrou uma produção de aproximadamente 3,48 milhões de toneladas, enquanto o Sudeste e o Sul alcançaram 16,9 milhões e 5,25 milhões de toneladas, respectivamente. Esses números ilustram a distribuição geográfica heterogênea da produção de cimento no país. O relatório aponta que o estado de Minas Gerais alcançou o maior número em produção de cimento até o mês de junho de 2023 chegando a 10,85 milhões de toneladas, aproximadamente.

Sobre o relatório, José Antônio afirmou que é importante ressaltar a natureza preliminar dos dados, com informações disponíveis até junho e sujeitas a revisões. Ainda assim, esse relatório oferece uma base sólida para análises iniciais sobre o desempenho do setor. À medida que mais informações são divulgadas, será possível obter uma visão mais completa e precisa, permitindo ajustes e refinamentos nas projeções e estratégias setoriais.

Google Search Nitro News Brasil