qua. abr 17th, 2024

Cresce solicitação de brasileiros para viver nos EUA

By DINO mar15,2024

Os Estados Unidos abrigam mais imigrantes do que qualquer outro país – mais de 45 milhões de pessoas, de acordo com as últimas estimativas do Censo. Muitos são brasileiros que sonham não só com mais segurança e um futuro promissor para os filhos, mas, principalmente, com grandes oportunidades profissionais. De acordo com o último levantamento do Itamaraty, cerca de 2 milhões de brasileiros vivem atualmente no país e o número de profissionais qualificados que conseguiram o tão sonhado Green Card através da sua profissão está ocupando uma fatia cada vez maior deste número, que deve aumentar em 2024.

Segundo o advogado de imigração com mais de 11 anos de experiência em direito internacional, Dr. André Linhares, houve um crescimento nos pedidos de vistos por brasileiros, sobretudo pelo EB2-NIW. Esta modalidade tem a vantagem de não exigir uma proposta de emprego e se basear na necessidade do governo americano de atrair imigrantes qualificados para trabalhar em áreas que sofrem com escassez de mão-de-obra.

“Hoje em dia uma grande parte das petições brasileiras são referentes aos vistos EB-1 e EB-2, destinados a profissionais com nível superior ou com pelo menos com algum destaque na sua profissão. Ano passado, por exemplo, foram protocoladas mais de 4900 petições de brasileiros para o EB2-NIW. Se olharmos para 2016, quando esse tipo de visto ficou mais acessível graças a algumas mudanças na lei, o crescimento foi de 752%”, explicou.



Mas por onde começar a tirar o sonho americano do papel? Depois de ajudar milhares de famílias, o advogado diz que o mais importante antes da mudança é que as pessoas sigam 7 dicas:

Planejamento e definição de metas: é fundamental que a pessoa tenha em mente o que deseja e por que quer se mudar. Mudar de país é uma decisão muito séria, e é necessário foco, planejamento antecipado, entendimento dos requisitos necessários e obtenção de toda a documentação necessária;

Conhecer as opções de vistos: pesquisar sobre as alternativas, compreender as diferentes categorias de vistos e identificar aquele que melhor se adapta às necessidades, objetivos e qualificações;

Contratar um profissional de imigração: o sistema de imigração dos Estados Unidos é complexo, então é essencial contar com um profissional experiente e sério que ajude a evitar armadilhas;

Organizar toda a documentação: esta é uma parte fundamental do processo. Verificar tudo o que é necessário, solicitar o que não tiver e certificar-se de ter tudo dentro dos requisitos precisos e completos;

Conhecer as leis locais: cada estado nos Estados Unidos pode ter suas próprias leis e regulamentações relacionadas à imigração, emprego e residência. É importante estar familiarizado com essas leis para garantir uma transição suave e legal;

Conhecer a comunidade local: procurar pessoas que já moram no país, formar uma rede de contatos é importante para abrir portas e ter a quem recorrer em caso de emergência. Além disso, estar dentro de uma comunidade de brasileiros e outros imigrantes ajuda a se sentir em casa e facilita a transição;

Acompanhar as mudanças nas regras: as normas de imigração mudam com frequência, sendo fundamental estar atualizado. Esta é outra área em que um advogado pode ajudar. Cumprir a lei é fundamental para evitar grandes problemas.

Veja também: