seg. abr 15th, 2024

Primeiro FIDC estruturado da ConCrédito capta R$ 100 milhões

By DINO mar19,2024

O primeiro FIDC (Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios) estruturado pela ConCrédito captou R$ 100 milhões. Além disso, a empresa já iniciou a estruturação de um segundo instrumento para a captação de, pelo menos, mais R$ 200 milhões.

Até 2023, a companhia atuava como correspondente bancário, empresa contratada por instituições financeiras para intermediar a relação com os clientes. Nos últimos sete anos, o negócio distribuiu mais de R$ 500 milhões em empréstimos em nome de diversos bancos. 

De acordo com Willian Conzatti, sócio-fundador da ConCrédito Negócios, a dinâmica da empresa começou a mudar no ano passado, quando, com o sócio, Gustavo Bobsin, percebeu que era a hora de “desafios ainda maiores”. De forma concomitante, Conzatti recebeu a ligação de um amigo de mercado, que lhe fez uma proposta: transformar a ConCrédito em proprietária de sua própria solução de produto financeiro.



“A ConCrédito lançou seu produto de antecipação de saque FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) em apenas três meses. Já no primeiro trimestre, nos organizamos para entrar no mercado de capitais e bancarizar nosso produto”, explica. “Em seu terceiro mês, o produto já se aproximou dos R$50 milhões distribuídos”, acrescenta.

Conzati conta que, para suportar a nova jornada, a ConCrédito Negócios vem investindo em pessoas. Segundo ele, só em 2024, quatro novos programas foram implementados: “Trilha de Formação para Consultor Jr,”, “Trilha de formação para Trainees”, “Programa de Desenvolvimento de Lideranças” e o “Programa de participação nos resultados”. Com isso, a empresa espera que o resultado líquido do ano dobre em relação a 2023.

“Com uma metodologia humanizada, a empresa está dividida em três unidades e emprega mais de 120 colaboradores”, afirma Conzatti.

Conquista traz novas oportunidades 

Para o sócio-fundador da ConCrédito Negócios, a captação de R$ 100 milhões com o primeiro FIDC “coloca a empresa em outro patamar”: “Passamos os últimos anos originando operações para os mais diversos bancos. Agora, poder participar da estrutura de funding, além de gerar mais prosperidade para toda a cadeia – empresa, empregados e clientes – traz mais oportunidades de negócio para a companhia”, afirma.

Gustavo Bobsin, sócio da ConCrédito Negócios, observa que, com a conquista, é possível refletir sobre as principais ações desenvolvidas pela empresa nos últimos anos e a maneira como elas impactam no tempo presente e projetam o futuro do empreendimento.

“Acreditamos que, apesar de toda tecnologia empregada pela marca, nosso diferencial é a interação humana em cada um dos mais de 50 mil contratos que fechamos mensalmente”, considera. “Temos uma equipe de recrutamento e treinamento empenhada que, além de fazer onboarding, fomenta trilhas de conhecimento, a fim de manter a performance do time”, acrescenta.

Os sócios chamam a atenção ainda para o investimento que a empresa tem feito em tecnologia: “Criamos um CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente, em português) próprio que espelha nossa crença sobre o fluxo de venda e atendimento”, explicam.

“Além disso, estamos caminhando para que a IA (Inteligência Artificial) facilite, ainda mais, a jornada de nossos clientes e colaboradores”, finalizam.

Para mais informações, basta acessar: https://www.concredito.com.br/

Veja também: