dom. abr 14th, 2024

Estudo aponta dados sobre garantia da qualidade industrial

By DINO mar27,2024

Segundo os dados apresentados na Sondagem Especial de Infraestrutura da Qualidade Industrial, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), há uma variedade de aspectos a considerar no cenário industrial brasileiro. De acordo com o estudo publicado, cerca de dois terços dos empresários concordam que o sistema de garantia da qualidade de produtos e serviços é oneroso. Além disso, a maioria das empresas industriais concorda que o consumidor brasileiro valoriza a qualidade, mas também prioriza o preço.

A pesquisa revela que o conhecimento sobre os requisitos técnicos é menor nas pequenas indústrias. Enquanto 88% das grandes empresas afirmam conhecer todas ou a maioria das normas técnicas e regulamentos técnicos que determinam os requisitos para a fabricação de seus produtos, esse percentual cai para 65% entre as pequenas empresas.

O relatório ainda aponta dados sobre a adesão das empresas a práticas privadas de verificação da conformidade e fiscalização, os dados apontam que, entre as empresas que citaram órgãos regulamentadores como fonte de requisitos técnicos, 59% afirmam ter recebido visita da fiscalização nos últimos 12 meses. Esse percentual é menor (14%) entre as empresas que não souberam ou não quiseram responder sobre a fonte de seus requisitos técnicos, grupo composto principalmente por pequenas empresas.



A pesquisa também destaca que a maioria das empresas brasileiras fabrica produtos regulamentados por ao menos um regulamentador, sendo que 73% seguem padrões totalmente privados de qualidade.

José Antônio Valente, diretor da empresa de locação de equipamentos Trans Obra, afirmou que é evidente que o cenário industrial brasileiro enfrenta desafios significativos. Embora haja um reconhecimento da importância da qualidade pelos empresários, é preocupante observar que dois terços deles consideram o sistema de garantia da qualidade oneroso. “Este aspecto sugere a necessidade de um equilíbrio entre a qualidade dos produtos e a viabilidade econômica das empresas. Como especialista no setor de aluguel de martelete e outros equipamentos de grande porte, vejo que a qualidade dos produtos deve ser o objetivo final de todo empresário que visa ter bom reconhecimento de mercado a longo prazo”.

Em relação à realização de ensaios/testes para garantir a qualidade dos produtos, seis em cada dez empresas industriais afirmam ter realizado ou contratado esses serviços nos últimos 12 meses. Esse percentual varia conforme o porte da empresa, sendo mais alto entre as grandes empresas (78%) e menor entre as pequenas empresas (43%).

José Antônio comenta ainda sobre o assunto, afirmando que a frequência das visitas de fiscalização às empresas revela um cenário de conformidade heterogêneo, com implicações distintas para diferentes segmentos do setor industrial. “Os dados apresentados no estudo sugerem a importância de políticas públicas e iniciativas privadas que visem aprimorar a conformidade regulatória e promover a cultura da qualidade em todos os níveis da indústria”.

Conforme informado na publicação, os dados foram coletados entre os dias 1 e 14 de outubro de 2023, e o documento foi concluído em 19 de março de 2024. Para mais informações sobre a pesquisa, os interessados podem acessar o link informado no início da matéria.

Veja também: