Setor logístico vem investindo em práticas ESG para promover sustentabilidade

De acordo com dados fornecidos pela CW Assessoria Ambiental, empresas líderes no setor estão buscando integrar considerações ESG em suas estratégias de negócios. Isso inclui iniciativas para reduzir as emissões de carbono, promover a diversidade e inclusão no local de trabalho, e garantir práticas éticas em toda a cadeia de suprimentos.

A crescente importância das práticas Ambiental, Social e Governança, (do termo em inglês ESG), no setor logístico é evidenciada por relatórios recentes do Governo Federal e de políticas criadas para sustentar a aplicabilidade de práticas sustentáveis, como “Brasil Mais Sustentável”, um programa que visa equilibrar o progresso econômico com a sustentabilidade socioambiental. A iniciativa visa uma ampla gama de empresas dentro da cadeia de produção industrial brasileira, fomentando práticas empresariais sustentáveis que geram impactos sociais positivos. que destacam o papel fundamental que as empresas de transporte e logística desempenham na transição para uma economia mais sustentável. 

Se o setor de logística não investir, de maneira assertiva e com a necessária mudança cultural, em práticas ambientais, sociais e de governança, estará fadado à estagnação. Essa foi a tônica do painel “ESG na Logística: Estágio Atual, Desafios e Oportunidades”, realizado no último mês, durante o Congresso Intermodal, dentro da 28ª edição da Intermodal South America, em São Paulo. Na ocasião, líderes do setor de transporte e logística do Brasil alertaram para o fato de que o ESG não é mais uma opção, mas, sim, uma necessidade imperativa às empresas.

Durante o painel, o diretor executivo da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Bruno Batista, afirmou que o crescimento do setor de logística, aliado às mudanças do perfil consumidor e à busca por eficiência, tem incentivado as empresas a investirem em práticas de ESG. “As empresas, hoje, veem vantagens concretas no investimento nessa agenda, ao constatarem que podem ter melhor precificação dos produtos, redução de riscos, maior retenção de talentos e diminuição de custos”.

Além disso, empresas de consultoria e pesquisa de mercado, como a Deloitte, têm destacado os benefícios financeiros e de reputação associados à adoção de práticas ESG no setor logístico. Estudos mostram que empresas com sólidos programas ESG tendem a ter melhores desempenhos financeiros e a atrair investimentos sustentáveis, segundo dados da SEBRAE.

“Estamos testemunhando uma mudança significativa no setor logístico, onde empresas estão reconhecendo a importância de incorporar considerações ESG em suas operações”, afirma Vitor Barbosa, Diretor da Complex Multimodal, empresa do setor logístico que implementou em suas práticas a cultura ESG “Essa abordagem não apenas beneficia o meio ambiente, mas também fortalece a reputação das empresas e aumenta sua atratividade para investidores e clientes. O mundo mudou, as empresas tem que adotar práticas conscientes e saber o impacto que causam, a responsabilidade social, corporativa e ambiente, é um dever.

Google Search Nitro News Brasil