Pix Automático: negócios já criam soluções relacionadas com a nova modalidade

Desde a chegada oficial do Pix no Brasil em 2020, o meio de pagamento faz sucesso e possui grande adesão da população, sendo inclusive, referência mundial. De acordo com dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), baseados em levantamentos divulgados pelo Banco Central (BC) e pela Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs), os brasileiros realizaram em 2023 quase 42 bilhões de transações por Pix. Assim, o meio de pagamento que traz praticidade e rapidez, vem se inovando. Em outubro deste ano, o BC deve lançar a modalidade Pix Automático como um modelo padrão e a novidade já despertou a atenção do mercado.
 
O Pix Automático será utilizado para transações autorizadas e agendadas com antecedência, ocorrendo de forma automática e recorrente, o que facilitará a agenda de pagamentos do pagador e minimizará a inadimplência ao recebedor. E apesar da novidade que trará ainda mais praticidade só ter lançamento previsto no segundo semestre, há empresas que já estão criando soluções para clientes terem mais eficiência com a modalidade.
 
Mundo dos negócios
Um exemplo é a C&M Software, multinacional brasileira que oferece tecnologias para o mercado financeiro e setor de meios de pagamento. A empresa lançou em janeiro deste ano o Corner Pix Automático. A plataforma permite maior gestão para instituições que transacionam os recebíveis oriundos desse novo modelo operacional do Pix, que vão além dos pagamentos recorrentes, abrangendo cobrança bancária, invoice, receivables, registry, cash management, nova cobrança e cross border. A solução também gera maior praticidade para negócios e segurança nas transações.
 
“O Corner Pix Automático oferece tudo o que o Banco Central exige como obrigatório. Entretanto, a C&M Software compreende que o regulatório pode e deve ser visto de forma mais abrangente, com oportunidades de geração de produtos com maior rentabilidade a IF participante. Assim, a ideia é que nossos clientes tenham em mãos algo que siga as regulamentações, mas que também garanta processos mais organizados e inteligentes”, explica Orli Machado, CEO Global da companhia.
 
A C&M Software acredita que independentemente de quando o BC liberar o Pix Automático, como este se trata de um produto novo, que é gestão de recebíveis oriundo de cobranças dos clientes PJs, os bancos mandatórios já deveriam utilizar este período para preparar infraestruturas operacionais e de negócios, objetivando saírem na frente no mercado.
“A antecipação que a IF pode fazer em relação ao Pix Automático é uma grande oportunidade de ter mais segurança, lucro, praticidade e claro, já ganhar destaque no mercado. Por isso, os participantes precisam embarcar na onda desta nova modalidade que, mais cedo ou mais tarde, será aprovada”, diz Machado.  
 
Conhecimento
O Pix Automático já tem gerado diferentes discussões na sociedade em relação aos benefícios, diferenciais e o que vai mudar quando chegar de forma obrigatória. Brasileiros e empresas ainda possuem diversas dúvidas e por isso, instituições e determinadas companhias estão desenvolvendo encontros e webinars a fim de discutirem sobre o tema. A própria C&M Software já realizou eventos online e gratuitos a fim de trazer explicações. O último webinar, ocorrido em 23 de abril, abordou justamente sobre a nova solução da marca e trouxe detalhes sobre o Pix Automático.
 
“Em janeiro saímos na frente com o webinar para explicar como será o Pix Automático e como muitas pessoas se interessaram, fizemos mais um encontro online. O Pix é referência no mundo todo e deve continuar sendo, graças aos avanços que vem passando e discussões importantes como estas que permitem que todos se atualizem”, conclui o CEO Global da C&M Software.

Google Search Nitro News Brasil