Cafeterias investem em tecnologias para atrair mais clientes

Na proporção que a era digital continua a modificar o cenário empresarial, os estabelecimentos precisam estar atentos a tais mudanças para prestarem um atendimento mais personalizado a seus clientes. De acordo com pesquisa recente divulgada pelo portal O GLOBO, 64% dos clientes aprovam e dão preferência aos estabelecimentos que oferecem o autoatendimento como opção no momento de efetuar os pedidos. E esse número pode ser ainda maior dependendo da faixa etária.

Claudio Tragueta, é sócio da The Waffle Factory, cafeteria localizada na cidade de São Paulo e que acaba de implementar diversas formas de interação com os clientes, e explica que o uso destas ferramentas veio para ficar.

“As novas gerações nasceram digitalizadas e as telas com touchscreen atraem naturalmente os mais jovens. Essa geração, em grande parte, prefere um atendimento ágil e sem interação humana, através de totens de autoatendimento ou QRCodes onde é possível, com o próprio celular, consultar o cardápio, fazer pedidos e efetuar o pagamento quase instantaneamente, dando mais fluidez no processo de compra quando comparada ao caixa presencial”, comenta.

Ainda segundo o profissional, seja pela praticidade de um cardápio digital com fotos dinâmicas ou pela rapidez ao efetuar o pagamento, o fato é que o autoatendimento é uma realidade cada vez mais presente no segmento de alimentação e as cafeterias avançam nesta vertente.

“Implementamos o totem, os QRCodes nas mesas e o APP nas lojas virtuais e mantivemos o caixa físico para recebimento em dinheiro ou para aqueles que fazem questão do atendimento humano. O impacto na percepção dos clientes e na velocidade dos processos foi imediato”, completa Claudio Tragueta.

 As tecnologias que dão suporte às novas formas de atendimento ganham força à medida em que o público vai se acostumando com esse novo formato. Por outro lado, as empresas acabam se beneficiando, pois quando bem implementadas, essas ferramentas colaboram para aumentar a eficiência e produtividade. Quando um cliente faz um pedido no autoatendimento, o colaborador que estaria no caixa fica livre para dedicar seu tempo na produção dos pedidos, dando mais agilidade ao processo, destaca o responsável pela The Waffle Factory.

“Otimizar a eficiência nos processos, entregar um serviço rápido buscando a excelência na experiência dos clientes e com o menor atrito possível no momento da venda é uma tendência mundial e as ferramentas digitais são aliadas imprescindíveis para atingir esses objetivos”, conclui o empresário.

Google Search Nitro News Brasil