Maniaco da Sumaré abordava mulheres próximo ao metro Sumaré, intimidava e depois levava elas a um terreno baldio próximo a estação onde cometia os crimes

Um suspeito de estuprar duas mulheres na saída do metrô Sumaré, na região de Perdizes, zona oeste de São Paulo, foi preso. Os crimes foram registrados em maio, em uma viela próxima da estação.

Imagens de câmeras de segurança foram fundamentais para que a polícia chegasse ao suspeito, Guilherme Rodrigues Alves, de 27 anos. Os vídeos mostram as ações do preso: na primeira, o homem persegue a vítima e a arrasta para uma viela.

O segundo crime ocorre no mesmo local. A vítima tenta escapar, mas o agressor dá um golpe “mata leão” na mulher e comete o estupro. Uma tatuagem em um dos braços foi fundamental para a identificação do agressor.

O homem abordava as mulheres as abraçava, fazia ameaças e quando conseguia arrebatar as vítimas as levava a um terreno baldio onde cometia os estupros. Maioria dos casos aconteceram próximo ao metrô Sumaré. dreportagem do “Brasil Urgente”, os estupros eram praticados sempre a luz do dia e durante o horário do almoço. Câmera de segurança de residências e comércio registraram pelo menos dois estupros esse mês. O primeiro flagra mostra o rapaz nervoso próximo ao metrô. Quando passa a vítima ele observa, pensa e logo em seguida sai atrás dela onde a estupra. Nesse primeiro ataque aparece uma tatuagem na perna que permite a sua identificação. No segundo dia ele está no mesmo local esperando mais uma vítima. Dessa vez porém ele esta de calça preta, máscara e uma blusa preta o que dificulta ser identificado. Ele segue a mulher arrebata ela e a leva para um terreno baldio onde comete o estupro.

Prisão do maníaco do Metrô

Nesta quinta-feira (01/06), a policia disse que recebeu uma denúncia anônima e que em um contato mais direto com a mulher, ela teria identificado maníaco e revelado a policia o paradeiro do rapaz. A prisão do maniaco foi realizada no Bairro de Santo Amaro que fica na zona sul da cidade. Guilherme estava na casa da atual namorada. No momento da prisão ele não esboçou nenhuma reação. Ele foi encaminhado ao 13º DP policial de Santo Amaro e posteriormente deve prestar depoimento a policia, fazer exame de corpo de delito e encaminhado ao sistema carcerário para aguardar julgamento. O maniaco do metrô quando abordava as vítimas tinha um comportamento muito violento e chegou a desferir golpes e um mata leão em uma das mulheres abordadas e estuprada por ele. Após abordar e estuprar as vítimas ele embarcava na estação Sumaré e desembarcava na estação Oscar Freire que fica em Higienopólis zona nobre de São Paulo.

Agressor Maniaco da Sumaré cumpriu pena por estupro e roubo

De acordo com a polícia, o suspeito já cumpriu pena pelos crimes de estupro, há dez anos, e roubo. O homem deixou a cadeia há apenas dois meses e foi encontrado pelos investigadores na casa da namorada, na zona sul da capital paulista.

Maniaco da Sumaré faz uso de medicamento controlado

Segundo o delegado responsável pelo caso, Guilherme confessou os crimes, diz fazer uso de medicamentos e se diz arrependido dos atos cometidos.

Fonte: Da Redação