Homem estaria devendo R$ 85 mil ao pai da vítima

Um homem suspeito de ser o mandante do ataque que terminou na morte de Helena Guimarães, de seis anos, foi preso nessa segunda-feira (1º), em São Paulo. Identificado apenas como Gustavo, 25, ele teve a prisão temporária de 30 dias decretada pela Justiça paulista. As informações são do R7.

O delegado Marcelo Prado informou à reportagem que o crime pode ter sido motivado por uma dívida. Evandro Machado, de 36 anos, pai da vítima, estaria cobrando o pagamento de R$ 66 mil emprestados a Gustavo. O valor já estava em R$ 85 mil por causa dos juros. O suspeito, então, teria premeditado o assassinato.

Helena foi morta a tiros na noite da última sexta-feira (29) em Carapicuíba, na Grande São Paulo. Ela estava dentro de um carro com o seu pai. Testemunhas relataram que ouviram os tiros e depois um outro carro passou disparando.

PAI SEGUE INTERNADO 

A criança chegou a ser atendida no Hospital Infantil de Barueri com três disparos pelo corpo, mas não resistiu. O pai dela, sem antecedentes criminais, segue internado. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

A Polícia Civil apontou que havia 14 balas de pistola no local. A hipótese de latrocínio foi considerada improvável, tendo em vista o alto número de tiros.