Share

Policial militar e noiva foram sequestrado a mando do PCC; os dois seriam julgados e mortos pelo trbunal do crime

Policial Militar e a noiva foram sequestrados após desentendimento em baile funk de Osasco, que fica na grande São Paulo

Um policial militar e sua noiva foram sequestrados a mando do PCC em um baile funk de Osasco. Sua noiva foi libertada na tarde desta segunda-feira (19/09), em Jundiaí que fica próximo a rodovia Anhaguerra em São Paulo. Após o desentendimentos os homens chegaram armados e disseram que iriam matar o policial militar e a sua noiva. A mulher sequestrada pelo PCC tem mais ou menos 34 anos de idade.

Um policial militar foi resgatado de tribunal do crime na tarde desta segunda-feira (19), em Franco da Rocha, região metropolitana de São Paulo. Ele havia sido sequestrado em um baile funk no domingo (18) e era levado para um julgamento pelos criminosos. A namorada dele, também sequestrada, acabou libertada em Jundiaí.

Segundo informações da polícia militar, o cabo Beuristton Gomes Silva estava acompanhado da  namorada em um baile funk na rua Bem-Te-Vi, no Jardim Marieta, em Osasco, também na região metropolitana. O policial trabalha na área administrativa do Comando de Policiamento de Área Metropolitana 8 e estava de folga.

Em dado momento houve um desentendimento entre o policial e os frequentadores do local. Informações do Cidade Alerta, da Record TV, dão conta de que os suspeitos já sabiam o nome do policial, o que indica que o crime poderia ter sido planejado.

Beuristton foi sequestrado por ao menos quatro suspeitos juntamente com a namorada, e os dois foram espancados durante a madrugada, segundo o relato do agente.

Na manhã desta segunda-feira (19), um carro do modelo Chevrolet Celta com queixa de roubo  passou por um radar ‘inteligente’ na região de Osasco, dando início a um acompanhamento. Em Franco da Rocha, o carro foi avistado dando início a uma perseguição, após o condutor não obedecer a ordem de parada. O veículo se envolveu em um acidente pouco depois.

Com a colisão, os quatro suspeitos que estavam no interior do automóvel fugiram para uma área de mata e três deles foram detidos. Enquanto o PM Beuristton foi localizado com vida no interior do automóvel.

De acordo com os policiais, o cabo estava sendo conduzido ao tribunal do crime, que funciona como um julgamento realizado por integrantes de facções criminosas.

O caso é investigado.

Noiva de policial encontrada

A policia manteve as buscas pela mulher durante todo o dia e durante a noite a mulher foi encontrada pela guarda civil metropolitana de Jundiaí. A mulher disse que pegou um ônibus e contou ao motorista tudo que tinha acontecido e foi levada até um ponto da cidade em que ela se encontrou com policiais da GCM de Jundiaí.

A policia mantém as buscas para encontrar e prender os rapazes envolvidos no sequestro e tortura de um policial militar e sua noiva. Um policial da GCM de Osasco que deu entrevista ao Cidade Alerta disse que, a mulher sequestrada teria se encontrado com o noivo que é policial militar e que os dois teriam ficado muito emocionados. A mulher agora será ouvida pela policia e deve fazer o reconhecimento dos homens autores do sequestro.

 

 

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil