ter. abr 16th, 2024

Sobe para 24 o número de mortos em decorrência das chuvas no Litoral Norte de SP

By Clayton Lima fev19,2023

São Sebastião, Ubatuba, Caraguatatuba e Ilhabela estão sofrendo com deslizamentos, alagamentos e interdições de rodovias. Dezenas de pessoas estão desaparecidas na costa sul de São Sebastião.

O número de mortes em decorrência das chuvas no litoral norte de São Paulo subiu para 24. A informação foi confirmada pelas prefeituras na tarde deste domingo (19). De acordo com o prefeito de São Sebastião, 23 pessoas morreram na cidade. Em Ubatuba, há uma vítima.

O balanço das prefeituras é diferente do informado pelo governo estadual. Segundo o governo, até a última atualização, foram contabilizadas 19 mortes em todo o litoral.

Uma das vítimas é uma menina de 7 anos, que morreu soterrada por uma pedra de duas toneladas na madrugada deste domingo, em Ubatuba. Em São Sebastião, uma mulher de 35 anos morreu atingida por uma árvore.



Ainda segundo o governo, mais de 550 pessoas precisaram deixar suas casas no litoral. Até as 19h, foram registradas oficialmente 228 pessoas desalojadas, que foram para casas de parentes, e 338 desabrigadas, que precisaram ser encaminhadas para abrigos públicos.

Em São Sebastião, na costa sul da cidade, há pessoas ilhadas, desaparecidas e vítimas embaixo de escombros.

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) decretou estado de calamidade pública para as cidades de Ubatuba, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Bertioga, que foram impactadas pelas fortes chuvas que atingiram a região.

O temporal causou pontos de alagamento e deslizamentos. Algumas vias de acesso à região estão interditadas devido à queda de barreiras. Além das estradas, helicópteros da PM também não conseguem chegar ao local, devido ao tempo ruim. Moradores estão buscando por desaparecidos por conta própria.

Aeronaves do Exército serão enviadas para ajudar no resgate de vítimas da chuva em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. Mais de 100 bombeiros estão empenhados no resgate das vítimas no litoral norte.

Na Barra do Sahy, na costa sul de São Sebastião, um hospital improvisado foi montado dentro de uma escola enquanto o resgate estadual não chega. As vítimas são resgatadas dos escombros pelos próprios moradores e levadas de carro ou carregadas nos braços até a instituição.

Na escola, elas estão sendo atendidas por um enfermeiro voluntário, em cima de carteiras escolares. Há mulheres, crianças e adultos feridos.

*Matéria em atualização.

São Sebastião decreta calamidade pública devido às chuvas. — Foto: Divulgação/Defesa Civil de São Sebastião
São Sebastião decreta calamidade pública devido às chuvas. — Foto: Divulgação/Defesa Civil de São Sebastião

Vítima da chuva é resgatada por moradores na costa sul de São Sebastião — Foto: Daniele Zampollo/Arquivo pessoal
Vítima da chuva é resgatada por moradores na costa sul de São Sebastião — Foto: Daniele Zampollo/Arquivo pessoal

Vítimas da chuva são atendidas por voluntários de forma improvisada em escola de São Sebastião — Foto: Daniele Zampollo/Arquivo pessoal
Vítimas da chuva são atendidas por voluntários de forma improvisada em escola de São Sebastião — Foto: Daniele Zampollo/Arquivo pessoal

Veja também: