dom. abr 14th, 2024

VÍDEO: meteoro ‘cruza’ trajetória de jato que seguia de Buenos Aires para o Rio no céu do RS

By Clayton fev19,2023

Meteoro estava a altitude nove vezes maior do que a do avião. Episódio é considerado raro, segundo cientista. Imagens foram registradas pelo Observatório Heller & Jung, de Taquara.

Um meteoro a 96,1 km de altitude “cruzou” a trajetória de um jato que seguia de Buenos Aires, na Argentina, para o Rio de Janeiro na madrugada deste domingo (19). As imagens foram registradas pelo Observatório Heller & Jung, de Taquara, a 80 km de Porto Alegre.

Apesar do efeito visual, não há motivo para preocupação (principalmente dos passageiros do avião). O meteoro estava a uma altitude cerca de nove vezes superior ao jato, que seguia a 11,8 km acima do nível do mar.

O avião prefixo LV-HKN, operado por uma empresa argentina, viajava a 889 km/h no momento do registro. O jato é do modelo Boeing 737-838.



O voo partiu do Aeroporto de Ezeiza, nas proximidades de Buenos Aires pouco antes de 1h30 deste domingo. A aeronave chegou ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, às 4h14.

Trajetória de jato comercial cruzada por meteoro no céu sobre o RS — Foto: Observatório Heller & Jung/Divulgação

De acordo com o professor Carlos Jung, responsável pelo observatório, o aerólito faz parte da chuva de meteoros “February Leonids”. O registro, considerado raro por cientistas, foi feito às 2h40. O meteoro teve uma duração de 0,6 segundos e uma magnitude (brilho) de -2.7.

Quanto mais brilhante um objeto parece, menor é o valor de sua magnitude. Os valores de magnitude aparente dos objetos podem variar entre -27 até +30, de acordo com o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS. O Sol, por exemplo, com magnitude aparente de -27, é o objeto mais brilhante no céu.

Registro da trajetória do voo entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires — Foto: Reprodução/FlightRadar24
Registro da trajetória do voo entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires — Foto: Reprodução/FlightRadar24

Fonte: G1

Veja também: