dom. abr 21st, 2024

Dino revela plano de atentado contra Lula na posse: “atos preparatórios para a execução de um tiro

By Clayton Lima fev26,2023

Polícia Federal investiga troca de mensagens que sugerem um plano para matar o presidente durante a cerimônia de posse, em 1º de janeiro, encontrado com um dos envolvidos no atentado a bomba no Aeroporto de Brasília, em dezembro.

Em entrevista ao Estadão, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, revelou que a Polícia Federal encontrou uma troca de mensagens que indicava um plano para matar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sua posse, no dia 1º de janeiro. Segundo Dino, a troca de mensagens foi encontrada com um dos envolvidos no atentado a bomba no Aeroporto de Brasília, em dezembro.

De acordo com o ministro, as mensagens mostram que o envolvido no atentado estava treinando para dar um tiro de fuzil a longa distância. Ele teria buscado informações sobre o melhor fuzil e a melhor mira para a distância em questão. Dino afirmou que, mesmo que as mensagens não citem diretamente Lula, é possível entender que havia “atos preparatórios para a execução de um tiro que ia ser um tiro no dia da posse de Lula”.



O bolsonarista George Washington de Oliveira Sousa foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal em dezembro, acusado de ter colocado uma bomba em um caminhão de combustível que se dirigia ao aeroporto da capital federal. Segundo a investigação, George e outros bolsonaristas acampados no QG do Exército em Brasília teriam sido os responsáveis pelo atentado. A polícia ainda investiga o caso.

Veja também: