Share

Chuva alaga ruas de Teresópolis; sirenes foram acionadas

Uma tempestade atingiu nesta terça-feira (31) Teresópolis, na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Imagens compartilhadas por moradores nas redes sociais mostram ruas completamente alagadas. No bairro Pimentel, houve uma ocorrência de desabamento, deixando sete adultos e quatro crianças desalojados. De acordo com a concessionária Eco Rio Minas, a Estrada Rio-Teresópolis foi fechada e será liberada quando for considerado seguro para os usuários.

A prefeitura já havia divulgado, nas redes sociais, um alerta por volta de 16h30. “Probabilidade de chuva moderada e ocasionalmente forte para as próximas horas”, registra a postagem. As sirenes ressoaram nos bairros de Corta Vento e Rosário.

Ruas estão alagadas, sirenes foram acionadas e prefeitura alerta população. – Reprodução/Redes Sociais

Às 18h, o município fez um novo comunicado. “Uma chuva forte atingiu Teresópolis na tarde desta terça-feira. Foram mais de 50mm em pouco mais de uma hora. Equipes da Defesa Civil e da secretaria de obras e serviços públicos estão nas ruas atuando para minimizar os danos. Seguiremos informando a população”, escreveu.

A orientação é para que casos de emergências sejam comunicados à Defesa Civil Municipal pelo telefone 199 ou pelo whatsapp (21) 2742-7025. A população também deve ficar atenta aos alertas enviados por mensagens de celular e às sirenes.

Conforme boletins divulgados pela Defesa Civil Municipal, foram registrados alagamentos nos bairros Alto, Araras, Agriões, Bom Retiro, Caxangá, Comary, Ermitage, Meudon, Paineiras e Várzea. Parte dessas ocorrências está relacionada com o transbordamento do Rio Paquequer. Também há registros de quedas de árvores, muros e barreiras.

A força da tempestade foi sentida no Parque Nacional Serra dos Órgãos. No momento mais intenso, a unidade de conservação ambiental registrou 44,4 milímetros no período de uma hora. Considerando um período de seis horas, o índice pluviométrico sobe para 124,2 milímetros.

Cidades vizinhas também foram afetadas pelas chuvas. Imagens de vias alagadas foram compartilhadas por moradores de Guapimirim. Em Petrópolis, a Defesa Civil havia contabilizado cinco registros de ocorrência até às 18h, incluindo quedas de árvore e de muro e deslizamentos de terra, todas sem gravidade e sem vítimas.

Google Search Nitro News Brasil