Share

Pelo menos 30 vídeos de estupro contra adolescente foram vazados na internet; saiba mais

Material já está com a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu.

Pelo menos 30 vídeos de estupro contra uma adolescente chocaram Nova Iguaçu. Material sob investigação pela Delegacia da Mulher. Saiba mais sobre o caso e sua gravidade.

Adolescente diz ter sido estuprada em Nova Iguaçu — Foto: Rafael Nascimento/g1

A Polícia Civil do RJ encontrou pelo menos 30 vídeos do estupro contra uma adolescente de 15 anos em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no último fim de semana.

O g1 apurou que o material foi gravado e compartilhado na última sexta-feira (3) em um celular de um rapaz de 16 anos.

A menina afirma ter sido vítima de um estupro coletivo e acusa dois homens, de 20 e 22 anos, pelo abuso. A polícia investiga se um menor também participou.

Até a última atualização desta reportagem, ninguém tinha sido preso. Pelo menos 2 telefones celulares, de adolescentes de 16 e 17 anos, foram apreendidos.

Um dos rapazes apontados pela adolescente como autores do estupro chamou o ato de “brincadeira”.

Nova delegacia

Nesta segunda-feira (6), 3 adolescentes — de 15, 16 e 17 anos — prestaram depoimento na 58ª DP (Posse). O caso foi transferido para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu.

Enquanto os menores falavam aos investigadores, a vítima foi levada até o Instituto Médico-Legal (IML) de Nova Iguaçu e fez um exame de corpo de delito — 3 dias após o episódio.

De acordo com a delegada Mônica Areal, titular da Deam, a menina será ouvida novamente, desta vez com a presença de uma profissional especializada em depoimento especial de menores vítimas de violência sexual.

Ataques à vítima

Na manhã desta terça (7), uma das irmãs da vítima contou que a caçula está abalada e recebendo ataques nas redes sociais.

“É nojento tudo que foi feito. Ela não queria ficar com um dos meninos e, por isso, foi dopada e abusada. Fizeram aquilo com a minha irmã e ainda gravaram. Ela está muito triste com tudo o que aconteceu. Além disso, ela está recebendo vários ataques nas redes sociais”, disse a mulher.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil