Share

Helicóptero que Seguia em Direção a Ilhabela Colidiu com a Vegetação durante o Voo, Diz Cenipa

Cenipa revela detalhes sobre a queda do Robinson R44 em Paraibuna durante voo privado para Ilhabela

As primeiras revelações da investigação do helicóptero que caiu em Paraibuna (SP) durante o Réveillon foram divulgadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB). O histórico da ocorrência aponta que a aeronave colidiu com uma árvore durante o voo, resultando na morte das quatro pessoas a bordo, incluindo o piloto.

“A aeronave decolou do aeródromo Campo de Marte (SBMT), São Paulo, SP, com destino ao heliponto Maroum (SJDO), Ilhabela, SP, com um tripulante e três passageiros a bordo, a fim de realizar voo privado. Durante o voo, a aeronave colidiu com a vegetação em área de mata do município de Paraibuna”, afirma a Cenipa.

A investigação encontra-se na fase de “reporte inicial”, e um relatório final será divulgado ao término dos trabalhos. Nesta etapa, o Cenipa reúne informações preliminares que podem sofrer alterações durante a análise em curso.

No trágico acidente estavam Luciana Marley Rodzewics Santos (46 anos), Letícia Ayumi Rodzewics Sawunoto (20 anos), Rafael Torres (41 anos) e Cassiano Tete Teodoro (44 anos), o piloto. O grupo viajava para passar a virada do ano em Ilhabela.

A Polícia Civil, nesta segunda-feira, registrou o caso como homicídio culposo, incluindo o piloto como autor e vítima no boletim de ocorrência. O documento destaca que três dos quatro corpos foram encontrados presos à fuselagem do helicóptero, enquanto o quarto estava em área de mata.

O helicóptero Robinson R44 decolou do Aeroporto Campo de Marte às 13h15 no dia 31 de dezembro. O último contato aconteceu às 15h10 sobre Caraguatatuba, sendo que o desaparecimento foi notificado à Força Aérea Brasileira (FAB) às 22h30 do mesmo dia.

A família informou que o grupo realizou um pouso de emergência em área de mata devido ao tempo ruim. Mensagens indicam a percepção de perigo pela neblina excessiva. A operação de busca, iniciada na madrugada do Réveillon, concentrou-se na região de serra do litoral norte de São Paulo, entre Caraguatatuba e Paraibuna.

Os destroços do helicóptero foram localizados em Paraibuna na última sexta-feira (12), confirmando a tragédia. Um segundo helicóptero da FAB, H-60 Black Hawk, com uma equipe de resgate, desceu de rapel e confirmou a presença dos corpos. A cidade de Paraibuna, onde os destroços foram encontrados, fica a 120 quilômetros do Aeroporto Campo de Marte e a 80 quilômetros de Ilhabela.

Resumo para o Google Discover: Cenipa divulga resultados preliminares sobre a queda de helicóptero em Paraibuna; tragédia durante voo para Ilhabela resulta em quatro mortes, incluindo piloto, e é registrada como homicídio culposo pela Polícia Civil.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil