Namorada Dopa e Mata Empresário no Engenho Novo com Ajuda de Cigana

Corpo de Empresário é Encontrado em Avançado Estado de Decomposição

À esquerda, a cigana Suyany Breschak; à direita, Luiz Marcelo e a namorada Júlia, acusada de matá-lo Foto: Reprodução

A morte do empresário Luiz Marcelo Antônio Ormond, cujo corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição no apartamento onde morava no Engenho Novo, Zona Norte do Rio, está sendo investigada pela polícia desde o dia 20 deste mês. O odor forte chamou a atenção dos vizinhos, que acionaram o socorro.

Principais Suspeitas e Investigação

A namorada de Luiz, Júlia Andrade Cathermol Pimenta, é a principal suspeita. Segundo os investigadores, ela tinha interesse nos bens e valores da vítima e agora é considerada foragida. A cigana Suyane Breschak, amiga de Júlia, foi presa por suspeita de participação no crime, tendo recebido bens de Luiz. O corpo foi encontrado no sofá da sala, ao lado de cartelas de morfina, com ventiladores ligados em direção à janela aberta, o que levantou suspeitas sobre a natureza da morte.

Movimentações Suspeitas e Depoimentos

Imagens de circuito interno mostram Luiz e Júlia juntos pela última vez na sexta-feira (17), saindo da piscina. Júlia foi vista deixando o prédio com malas na segunda-feira (20). Ela alegou ter deixado o carro de Luiz na Maré para ser vendido, mas não soube explicar seu destino. Investigações revelaram que Júlia e Suyane ministravam medicamentos à vítima há algum tempo. A cigana, presa em Cabo Frio, confessou ter ajudado Júlia em “trabalhos” para ocultar sua profissão de garota de programa de outros companheiros, incluindo Luiz Marcelo.

Detalhes dos Depoimentos e Evidências

O porteiro do prédio relatou que Luiz parecia estar sob efeito de drogas ou medicamentos no último mês e mencionou uma mudança de comportamento após apresentar a namorada. Júlia tinha passe livre e uma chave do apartamento. No sábado (18), ela pediu ajuda ao porteiro para tirar o carro de Luiz da garagem e voltou sem ele, dizendo que Luiz estava doente. Na segunda-feira, o porteiro viu Júlia abrir uma correspondência endereçada a Luiz dentro do elevador.

Ação Policial e Próximos Passos

A polícia continua investigando o caso, aguardando resultados de exames complementares para esclarecer a causa da morte. Depoimentos e imagens de câmeras de segurança são analisados para entender melhor a sequência dos eventos e a participação dos envolvidos. A cigana Suyane permanece presa, e Júlia, considerada foragida, é procurada pelas autoridades. O caso está sob a responsabilidade da 25ª DP (Engenho Novo).

Conclusão da Polícia e Investigações em Andamento

Até o momento, a polícia concluiu que Júlia e Suyane tinham planos de se apropriar dos bens de Luiz. Júlia utilizou o cartão de uma conta conjunta para tentar adiantar a venda de um imóvel, pedindo ao comprador uma quantia de R$ 3 mil. A investigação busca entender o envolvimento de terceiros e rastrear todos os bens e valores desviados pela dupla.

Alerta aos Moradores e Comunidade

O caso chamou a atenção dos moradores do Engenho Novo e de toda a Zona Norte do Rio. A polícia pede que qualquer informação sobre o paradeiro de Júlia seja imediatamente comunicada. Este caso ressalta a importância de estar atento a mudanças bruscas no comportamento de pessoas próximas e a buscar ajuda das autoridades em situações suspeitas.

Conclusão

A trágica morte de Luiz Marcelo Antônio Ormond revela uma complexa trama de ganância e manipulação, envolvendo sua namorada e uma cigana. As investigações continuam para trazer justiça à vítima e alertar a sociedade sobre os perigos de relacionamentos manipuladores.

Uma pessoa apaixonada por esportes, praias e pela leitura de clássicos literários como "Dom Casmurro", além de obras contemporâneas como "O Código Da Vinci" e explorando questões fascinantes sobre a "Origem da Vida", sempre buscando cativar as pessoas.

Google Search Nitro News Brasil