Chuva Forte Volta a Alagar Vale do Taquari e Cidades no RS: 1 Homem Morreu

Nível do Rio Taquari Continua a Subir Ameaçando Populações Locais

As chuvas intensas que começaram no domingo (16) resultaram em sérias inundações no Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul. O nível do Rio Taquari chegou a quase 24 metros, cinco metros acima da cota de inundação, causando desespero entre os moradores.

Lajeado: População em Corrida Contra o Tempo

Em Lajeado, a cena é de caos e pressa. Moradores e comerciantes estão correndo contra o tempo para salvar seus pertences antes que a água invada suas propriedades.

“Eu já boto nas caixas tudo, começo a agilizar tudo para mandar embora, né? Porque tem que deixar tudo pronto para carregar, né?”, disse o comerciante Elton Harter.

Desempregada, Kelly Eduarda Schmitz lamenta a repetição da tragédia: “É a terceira vez que a gente perde tudo. Não tem muito o que fazer. Só tirar as coisas.”

Alessandra de Jesus Soares, também desempregada, já começou a ver a água entrar em sua casa e decidiu se abrigar com a família. “Já tem que sair ligeiro para não perder as coisas de novo, porque está difícil arrumar tudo de novo. É muito triste mesmo. A gente não quer sair das nossas casas”, conta ela.

Infraestrutura Comprometida e Risco de Travessias

A situação das pontes e travessias está cada vez mais crítica. A ponte entre Lajeado e Arroio do Meio foi interditada devido ao alagamento dos acessos. No domingo, o Exército retirou as passadeiras sobre o Rio Forqueta para garantir a segurança, uma vez que a cheia colocou a travessia em risco.

O arroio Tamanduá, em Marques de Souza, também está com correnteza forte, ameaçando pontilhões que ligam comunidades. A força das águas tem causado transtornos não só no Vale do Taquari, mas também na região do Vale do Rio Pardo, onde estruturas provisórias foram derrubadas.

Apreensão e Desespero Entre Moradores

O caminhoneiro Marciano Ricardo Gross, que teve a casa destruída pela enxurrada, expressa sua preocupação: “Qualquer chuva que dá, não tem descanso. Mas, a princípio, nós vamos ficar monitorando. E caso ele entre, venha de novo para cá, a única solução é a gente erguer as coisas e sair de casa.”

Homem Morre Afogado em Bom Princípio

A tragédia também resultou em uma fatalidade. José Inácio Schmitz Júnior, empresário de 45 anos, morreu afogado ao tentar evitar que a água invadisse sua empresa de cerâmica em Bom Princípio. O Corpo de Bombeiros Voluntários foi acionado por volta das 22h30 de domingo, mas apesar dos esforços, Schmitz Júnior não resistiu e faleceu.

O comandante Juliano Diego Maldaner relatou: “Fomos até o local com o caminhão dos bombeiros porque a ambulância já não passava pelo local. Encontramos a vítima desacordada, mas ainda conseguimos encaminhar o homem até o Pronto Atendimento da cidade.” Infelizmente, Schmitz Júnior faleceu logo em seguida.

Alertas e Preparações para os Próximos Dias

Com o nível do rio continuando a subir, as autoridades mantêm a população em alerta máximo. Medidas de emergência estão sendo tomadas para garantir a segurança dos moradores, incluindo evacuações e criação de abrigos provisórios.

A Defesa Civil segue monitorando a situação, enquanto as equipes de resgate trabalham incansavelmente para minimizar os danos e socorrer os afetados. A população é aconselhada a permanecer vigilante e seguir as orientações das autoridades para evitar mais tragédias.

A repetição das inundações no Vale do Taquari destaca a necessidade de melhorias na infraestrutura de drenagem e estratégias de prevenção de enchentes. A resiliência e solidariedade dos moradores são fundamentais, mas soluções duradouras precisam ser implementadas para proteger a comunidade de futuras catástrofes naturais.