Jogador revela empolgação para disputar a Libertadores; Lateral vibrou com a oportunidade de voltar a ser treinado por Eduardo Coudet, ex-Racing

LSaravia foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira. Já pela manhã, o jogador esteve presente no treino no CT do Parque Gigante
FOTO: TOMÁS HAMMES

Reforço para a temporada, Renzo Saravia foi apresentado oficialmente pelo Inter nesta quinta-feira. O argentino destacou a oportunidade de voltar a trabalhar com Eduardo Coudet e disse que conta com “colônia hermana” no Beira-Rio para facilitar sua adaptação. A oportunidade de disputar novamente a Libertadores, com direito a clássicos Gre-Nais, também motiva o lateral-direito.

Saravia fez o primeiro treino com o restante dos companheiros pela manhã, no CT do Parque Gigante. Depois, foi apresentado pelo vice de futebol Alessandro Barcellos e o executivo Rodrigo Caetano.

Na entrevista coletiva, não se arriscou no português, mesmo após a passagem pelo Porto, de Portugal. O argentino reiterou que tem como principal atributo o apoio e valorizou a parceria com Coudet e outros argentinos no elenco, como Cuesta, Musto, D’Alessandro e Sarrafiore.

– Muito importante ter falado com ele (Coudet). Comentou dos objetivos, da forma de trabalhar, que eu conheço. Fiquei muito contente. Por sorte, pudemos fechar e hoje estou aqui – disse o lateral, que volta a trabalhar com treinador dos tempos de Racing. -Ter vários argentinos e o treinador são importantes. Fica mais fácil para me adaptar. Quero ajudar o Inter a alcançar o mais alto possível.

A chance de lutar por títulos, claro, foi um dos fatores que o fez trocar o Velho. Continente por Porto Alegre. Ainda mais pelo sonho de conquistar a Libertadores, competição que ele já disputou com o Racing de Coudet, em 2018.

– É uma competição à parte, muito dura. Para os argentinos, é muito especial. É um dos torneios mais duros que temos. Faremos todo o possível para chegar ao mais alto possível – garantiu.

O lateral também falou sobre o Gre-Nal, às vésperas do primeiro confronto pela Libertadores. À espera da regularização, que o Inter espera ter ainda nesta quinta, Saravia ressaltou a importância do jogo de domingo contra o Brasil de Pelotas no Gauchão, mas revelou conhecer o clássico e seu tamanho.

– Treinava no Porto com regularidade e estou bem. Temos um jogo muito importante no final de semana. Mas, sejamos sinceros, fala-se muito do clássico. É um dos maiores do Brasil. Quero estar preparado – completou.

O Inter será o quarto clube na carreira de Saravia. Revelado pelo Belgrano, da Argentina, ainda atuou pelo Racing, com Eduardo Coudet, e Porto. Ainda defendeu a seleção da Argentina em nove partidas, duas delas pela Copa América no Brasil do ano passado.

Fonte: Gazeta Web